Teste do coraçãozinho não é feito por maternidade de THE

Os aparelhos já estão nas maternidades, porém o serviço ainda não está sendo oferecido.


Maternidades não fazem o teste do coraçãozinho

Na última sexta (6), o vereador Edvan Silva (PTC), esteve visitando maternidades de Teresina a fim de constatar que o Exame de Oximetria de Pulso (teste do coraçãozinho), já estivesse sendo realizado, conforme aprovação de Lei proposta pelo vereador.

O projeto de lei trata a obrigatoriedade da realização do Exame, em todo recém-nascido, nos hospitais e maternidades públicos e privados de Teresina, foi aprovado por unanimidade na Câmara Municipal de Teresina, mas vetado pelo prefeito Firmino Filho.

Em junho deste ano, o prefeito decidiu que as quatro maternidades da rede pública da capital iriam realizar o exame, e que o início desse atendimento devia acontecer dois meses após sua decisão, tempo necessário para que a Prefeitura realizasse a compra dos equipamentos para as maternidades. ?Só que até hoje os recém-nascidos ainda não fazem o exame?, disse Edvan.

?Constatamos que os aparelhos já estão nas maternidades, porém o serviço ainda não está sendo oferecido em nenhum hospital municipal?, afirma o vereador, que realizou visitas em duas maternidades. ?A lei trará enorme benefício à saúde dos recém-nascidos, combatendo efetivamente as cardiopatias congênitas, que tantos malefícios têm causado às criancinhas da nossa cidade?, conclui.

O exame é realizado através de uma pulseira que mede a concentração de oxigênio no sangue e detecta problemas no coração antes mesmo de aparecerem sintomas.

Raquel Araújo e Deusilânio de Lima, pais de Marise, que nasceu há menos de 15 dias, estavam em frente ao Hospital Maternidade do Promorar, zona sul de Teresina, afirmaram que sua filha não fez o exame. ?Ela fez o teste do pezinho, o da orelhinha e outros exames, mas o do coração, não?, afirma a mãe.

De acordo com a diretora da Maternidade, Sandra Marina, os aparelhos já foram adquiridos e estão sendo instalados. ?Ainda não estamos realizando o exame, pois ainda não fizemos os testes com os aparelhos, mas os equipamentos já estão na maternidade, são 4 oxímetros com sensores neo natal?, garante a diretora.

A mesma resposta foi dita pela diretora da Maternidade Wall Ferraz do Dirceu, Maria de Jesus Mousinho, ?Ainda não está sendo feito o exame por conta dos aparelhos que ainda não estão devidamente instalados e o pessoal não foi preparado ainda para utilizá-lo?, disse. A diretora disse ainda que já foi feito uma demonstração por uma empresa que participou da licitação dos aparelhos.

Várias cidades brasileiras, inclusive capitais e até estados já implantaram o Exame de Oximetria de Pulso (teste do coraçãozinho), por meio de leis de iniciativa de parlamentares municipais e estaduais. ?Esperamos que a prefeitura de Teresina agilize o atendimento o quanto antes, pois o número de crianças no país que nascem com cardiopatia é grande?, afirma Edvan Silva.

O exame de que trata o projeto deve ser realizado nos membros superiores e inferiores dos recém-nascidos ainda no berçário, entre as primeiras 24 e 48 horas de vida da criança.

Fonte: Jornal Meio Norte