Maternidades terão que fazer teste da linguinha em Teresina

Com a obrigatoriedade do exame, maternidades das redes públicas e provadas de todo o Brasil serão os responsáveis por diagnosticar esse problema

Por determinação da Lei 13.002/2014, passa a ser obrigatória a realização do teste conhecido como 'Teste da Linguinha', que é feito em recém-nascido e consiste em verificar se o frênulo, membrana que liga a língua do bebê à boca apresenta algum tipo de deformação.

São deformações nessa área que fazem com que a criança tenha algum tipo de problema na fala, principalmente a popular "língua presa", e tenha dificuldade de sugar o peito no ato da amamentação.

Com a obrigatoriedade do exame, maternidades das redes públicas e provadas de todo o Brasil serão os responsáveis por diagnosticar esse problema.

Na Maternidade Evangelina Rosa, principal maternidade do Piauí, ainda não está sendo realizado esse exame, mas, segundo a assessoria da maternidade, já estão em fase de preparação para receber a estrutura necessária para esse exame.

Já nas maternidades municipais, a Fundação Hospitalar de Teresina (FHT), que é o órgão responsável pelas maternidades da capital, informa que o teste da linguinha já vem sendo realizado na Maternidade Professor Wall Ferraz, Bairro Dirceu II, e as demais maternidades da Prefeitura de Teresina já foram orientadas para a necessidade de realização do exame que é feito por fonoaudióloga.

Nos próximos dias todos os recém-nascidos serão observados por fonoaudiólogas para identificar o problema que é verificado quando existe alguma alteração no frênulo, membrana que liga a língua à parte inferior da boca, também denominado de "língua presa".

Clique aqui e curta o Portal Meio Norte no Facebook

Fonte: Victor Costa