Matizes pede apoio da Prefeitura para 14ª Parada da Diversidade

O grupo esteve reunido com o prefeito nesta segunda buscando apoio

Image title

No dia 30 de agosto a Avenida Raul Lopes deve receber milhares de pessoas durante a realização da 14ª Parada da Diversidade. Para garantir uma festa bonita e com segurança, o grupo Matizes, responsável pela organização do evento, está pedindo o apoio da Prefeitura de Teresina. 

Na noite dessa segunda-feira (10), a coordenadora do grupo Matizes, Marinalva Santana, se reuniu com o prefeito Firmino Filho, quando entregou uma lista de solicitações, dentre elas, a interdição da avenida, a instalação de banheiros químicos e a realização de ações educativas voltadas para a prevenção das DST/Aids.

"A nossa parada não é só um show, ela é antecedida de uma semana de atividades acadêmicas. O show é somente o último momento. A nossa ideia é que a sociedade abrace a parada e que as famílias participem. A cultura é um direito de todos e é importante que haja eventos como esse", justifica Marinalva Santana.

O secretário estadual de Cultura, Fábio Novo, também participou da reunião e chamou a atenção para a grandiosidade do evento. “É um dos maiores do Piauí, que consegue reunir um público de mais de 100 mil pessoas. Nós apoiamos essa grande manifestação, pois entendemos que essa também é uma oportunidade para repensarmos o modo como a sociedade trata as diferenças”, frisa.

O prefeito Firmino Filho recebeu o documento com as solicitações e se comprometeu a pedir agilidade no cumprimento das solicitações feitas pelo Matizes às secretarias municipais.

A organização do evento pede o apoio da Superintendência Municipal de Trânsito (Strans) na realização de ações educativas, no disciplinamento do trânsito na avenida Raul Lopes, bem como do aumento da frota de ônibus. A coleta de lixo também é outro ponto solicitado, bem como as ações com foco na educação ambiental. Da Secretaria Municipal de Trabalho, Cidadania e Assistência Social (Semtcas), está sendo solicitada a presença de conselheiros tutelares para atuar como agentes de proteção social na avenida.

Vale lembrar que a 11ª Semana do Orgulho de Ser acontece de 21 a 28 de agosto, com palestras, debates e seminários com foco no combate ao preconceito.

Image title



Fonte: Portal MN