MEC indica Pronatec Seduc como referência para outros Estados

São esperados técnicos das secretarias de Educação de Pernambuco

As ações do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), realizadas pela Secretaria de Estado da Educação (Seduc), estão sendo usadas pelo Ministério da Educação (MEC) como referência para outras secretarias estaduais que pretendem implantar o programa.

Segundo Adriana Moura, diretora geral do Pronatec/Seduc, pelo menos três estados diferentes já entraram em contato com a coordenação estadual para agendar visitas à Seduc, de forma que tomem conhecimento do modo como o Pronatec é operacionalizado no Piauí. São esperados técnicos das secretarias de Educação de Pernambuco, Minas Gerais e Rio Grande do Sul.

“O MEC está usando o Piauí como referência para o programa, pois após visita de técnicos do Ministério em novembro de 2015, eles puderam constatar o sucesso do Pronatec e querem que os outros estados possam alcançar os mesmo êxitos que nós alcançamos aqui no Piauí”, explica Adriana.

O Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego promove a qualificação profissional voltada para a elevação da escolaridade e para a inserção no mundo do trabalho, por meio de subprogramas, ações e projetos como: bolsa formação - FIES Técnico, Brasil Profissionalizado, e -Tec  Brasil, Expansão da Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica.

No Piauí, a Seduc iniciou as ações do Pronatec em 2012, ofertando os cursos técnicos em Enfermagem, Informática e Administração nas cidades de Teresina, Parnaíba, Picos, Oeiras e Floriano, beneficiando 880 alunos. Hoje, mais de 6.400 vagas estão disponíveis em todo o Estado, trazendo qualificação profissional aos estudantes piauienses.

Fonte: Com informações do Portal do Governo