"Mendigo gato de Coritiba" passa por exames neurológicos e pede para ir a churrascaria

"Mendigo gato de Coritiba" passa por exames neurológicos e pede para ir a churrascaria

Resultado pode identificar alterações cerebrais no jovem. Boatos em rede social informam que o rapaz teria fugido da clínica

A clínica terapêutica que recebeu Rafael Nunes, conhecido como ?mendigo gato de Curitiba?, divulgou nesta quinta-feira (1) um novo boletim médico do paciente. Nele, a clínica informa que Rafael passou por exames neurológicos na última terça-feira (30) em Sorocaba (SP). O boletim também traz um dado curioso: após os exames, o paciente teve um pedido atendido e almoçou em uma churrascaria da cidade.

O almoço foi logo depois da sessão de exames. "Desde que chegou, Rafael pede para comer um bom churrasco", diz o diretor do centro terapêutico, Valter Lattanzio.

Os exames feitos pelo paciente, segundo a nota, tinham como objetivo detectar uma possível alteração no sistema cerebral causada pelo consumo de drogas. Foram feitos eletroencefalograma e tomografia do crânio com contraste. A nota não diz em quanto tempo os resultados saírão.

Internação

Rafael Nunes foi levado de Curitiba a Araçoiaba da Serra, onde fica a clínica, no dia 20 de outubro. O diretor informa que ele está participando de palestras e atividades lúdicas e físicas. Na próxima segunda-feira (5), ele deverá passar por novos exames. A Assessoria de imprensa do centro terapêutico ainda diz em nota que o curitibano está estranhando o calor da região. Na terça-feira (30) os termômetros registraram 37,2ºC, o dia mais quente dos últimos anos.

De acordo com a mãe de Rafael, Edith Silva, que mora em Curitiba, toda família acompanha a recuperação. ?Para nós é uma alegria saber que ele está bem. Nós ficamos muito contentes e felizes. Hoje vamos dormir mais tranquilos?, garante. Edith também afirmou que ela, o pai de Rafael, irmãos e cunhado estão fazendo terapia para saber como tratar com usuários de drogas. Toda a família sofre. Todos nós ficamos doentes juntos. Assim que o Rafael sair do tratamento nós vamos saber como cuidar melhor?, disse.

O "gato" fugiu?

Boatos sobre fuga da clínica circularam em redes sociais nos últimos dias. Algumas pessoas afirmam ter visto o "mendigo gato" pelas ruas de Sorocaba, cidade próxima a Araçoiaba da Serra.

A equipe de reportagem esteve na rodoviária da cidade onde um segurança confirma que Rafael esteve por lá. Ele diz que viu o jovem pedindo dinheiro para comprar uma passagem para Curitiba, sua cidade natal. Outras pessoas que estavam nas proximidades da rodoviária comentaram que também viram ele passeando pela região.

Um internauta entrou em contato com a mesma afirmação. Marcelo Rodrigues da Costa conta que estava caminhando na noite desta segunda-feira (29), perto do terminal rodoviário, quando se deparou com Rafael. Marcelo diz não ter dúvidas de que o rapaz que encontrou é mesmo o "mendigo gato".

"Eu fui até ele e perguntei se ele não era o mendigo de Curitiba que fugiu. Ele me disse que era, que estava internado mas "vazou" da clínica. Conversamos por cerca de 10 minutos", diz Marcelo.

Uma fiscal do terminal São Paulo de ônibus urbano, que fica perto da rodoviária, conta que viu ele dentro do espaço. "Lembro que chegou um moço boa pinta, enrolado em um cobertor azul, por volta das 7h30. Ele era alto, tinha o rosto magro e olhos claros. Ele estava com uma passagem, mas não sabia onde colocar o cartão para passar pela catraca. Ajudei ele, ele disse alguma coisa que não entendi e foi pegar um ônibus", conta a funcionária que pediu para não ser identificada.

Apesar dos relatos, a diretoria do centro terapêutico garante que Rafael Nunes não esteve fora da clínica sem acompanhamento.

Entenda o caso

A história de Rafael Nunes ganhou notoriedade após uma mulher publicar uma foto do ex-modelo em uma rede social. Na foto, Rafael aparece enrolado em um cobertor. Ela contou em sua página que o jovem a abordou no local e pediu para ser fotografado, porque queria ficar famoso "na rádio".

A foto teve grande repercussão no Brasil e na Europa, quando um jornal britânico repercutiu o caso por lá. Logo, o rapaz foi apelidado de "mendigo gato de Curitiba". Descobriu-se, depois, que Rafael já havia seguido a carreira de modelo, mas tinha se afundado nas drogas e vivia nas ruas.

Fonte: G1