Menina de 7 anos sonha em montar biblioteca pública no Sertão de Alagoas

"No sítio do meu avô tem um galpão que ele já deixou que eu fizesse a biblioteca lá. Eu vou deixar todo mundo pegar os livros emprestados e não vou cobrar nada para isso", garante a pequena

Com uma caligrafia de fazer inveja a muita gente, Ana Mell de Araújo Rocha, de apenas sete anos, estudante do terceiro ano, já tem ideias de gente grande. Mell, como a família chama, quer ajuda para montar uma biblioteca na cidade de Mata Grande, no Sertão de Alagoas, e veio a Maceió para conseguir esse objetivo.

A pequena, que estuda em uma escola na cidade sertaneja, sente falta de ter um local para consulta de seus trabalhos de escola e para que a população da zona rural da cidade tenha acesso a fontes para consulta e para diversão, gratuitamente.

"Eu sempre gostei de ler, mas na minha cidade não tem biblioteca, aí a pessoa não consegue ler nenhum livro. Além disso, a gente que mora no Sítio Encruzilhada, fica longe da cidade e não tem como ir lá sempre que quer",  explicou Mell.

A pequena, apesar da pouca idade, já pensou em tudo para viabilizar a concretização da ideia. Segundo ela, no Sítio em que mora, hé um galpão da família que pode ser usado para instalar a biblioteca.

"No sítio do meu avô tem um galpão que ele já deixou que eu fizesse a biblioteca lá. Eu vou deixar todo mundo pegar os livros emprestados e não vou cobrar nada para isso", garante a pequena.

O que mais chama atenção na história da menina é a origem dessa ideia. Diferente do que muitos possam imaginar, não foi nenhum que planejou a ação. Mell escreveu uma carta para uma tia, onde pede alguns livros e revela sua intenção. Confira a carta:



Para Marcos Assunção, tio de Ana Mell, não há como não se comover com a iniciativa. "Ela é uma fofinha. Não tem como a gente não ficar comovido com uma história como essa. Imagina uma criança de sete anos que pede ajuda para construir uma biblioteca para a comunidade? Como não ajudar ela a conseguir?", questiona

Para ajudar, basta ligar para a pequena Ana Mell, no número (82) 9125-5138, ou para o tio dela, Marcos Assunção, que mora em Maceió, no (82) 9979-5959 ou através da página Biblioteca da Mell, no Facebook.           
      

 

Fonte: TNH1