Menina perde a tia e cria campanha para ajudar crianças com câncer

A menina teve a ideia de distribuir um "kit de quimioterapia"

Nem todas as crianças são sabem lidar com a perda de alguém querido. Muitas vezes, o sofrimento envolvido em tratamentos contra doenças  como o câncer acaba passando para os pequenos toda a angústia e a tristeza dos efeitos colaterais da quimioterapia.

Mas nem sempre eles lidam dessa forma, há exceções que nos surpreendem, como é o caso de Madeline Domian, uma garotinha de apenas 10 anos.

Maddie, de sua tia Kathi debilitada e muito mal quando ela a visitou no hospital. Diagnosticada com câncer no sistema gástrico aos 65 anos de idade, Kathi acabou não sobrevivendo e faleceu em 01 de setembro de 2015. Foi então que a menina resolveu que precisava fazer alguma coisa para que as pessoas não se deprimissem dunate às sessões de quimioterapia e radioterapia.

Menina perde a tia e cria campanha para ajudar crianças com câncer (Crédito: Reprodução)
Menina perde a tia e cria campanha para ajudar crianças com câncer (Crédito: Reprodução)


A menina teve a ideia de distribuir um "kit de quimioterapia" com meias, cobertas, lápis de cor, jogos, cremes, balas e chicletes para os pacientes que precisavam passar por esse doloroso tratamento: "Eu não acho que ninguém gosta de ficar doente, especialmente crianças. Tudo o que elas querem é brincar e se divertir", disse Madeline.

A iniciativa da jovem foi tão bem recebida que até sua escola acabou abraçando a ideia. No dia 15 de janeiro, ela apresentandou seu projeto para todas as turmas, em que explicava a relação com sua querida tia e os motivos que a levaram a fazer isso para que todos pudessem ajudá-la. "Nós não tínhamos a menor ideia de que Maddie queria fazer algo tão grandioso. Temos muito orgulho dela," disse sua mãe Michelle Domian.

Menina perde a tia e cria campanha para ajudar crianças com câncer (Crédito: Reprodução)
Menina perde a tia e cria campanha para ajudar crianças com câncer (Crédito: Reprodução)


Kinsey Siadek, de 17 anos, foi uma das pacientes que recebeu o presente. Diagnosticada com osteossarcoma, ela ficou muito feliz em receber o kit. A coberta foi o presente que mais gostou, mas o gel higienizador de mãos é o que mais tem usado: "Sabendo que o cobertor foi feito à mão dá um significado especial para ele," disse Siadek. "Eu não consigo acreditar que uma menina fez isso tudo por pura bondade."

Menina perde a tia e cria campanha para ajudar crianças com câncer (Crédito: Reprodução)
Menina perde a tia e cria campanha para ajudar crianças com câncer (Crédito: Reprodução)


Maddie se mostra prestativa desde novinha. Quando sua tia foi diagnosticada com câncer, em setembro de 2013, Maddie e sua irmã mais nova começaram a vender biscoitos na tentativa de arrecadarem fundos para a Sociedade Americana do Câncer. Mas depois do seu falecimento, a pequena pensou em fazer algo maior como uma forma de homenagear Kathi.

"Eu espero fazer crianças com câncer sorrirem e que elas percebam que outras pessoas se importam e acreditam que elas podem vencer. Eu acredito nelas," finalizou a pequena-grande Madeline.

Fonte: Com informações do Brasil Post