Menino de 9 anos diz que era acorrentado pela mãe e apanhava de pau

Polícia Civil também vai investigar denúncia de agressão à criança.

A Polícia Civil de São Carlos, SP, vai investigar uma denúncia de maus-tratos de uma mãe a uma criança de 9 anos, no bairro Vila Nery. A suspeita é que ela teria agredido o menino e usado uma corrente para prendê-lo na janela de casa. O Conselho Tutelar e a Polícia Militar de São Carlos resgataram a criança nesta quarta-feira (1º) após uma denúncia anônima.

O menino confirmou que há duas semanas ficava preso e disse ter sofrido violência física. ?Prendia meu braço e colocava na janela. Me batia de pau?, disse.

A soldado da PM Simone Gomens, que atendeu a ocorrência, viu sinais de agressão. ?O menino estava com marca de corrente no braço e apontou onde a mãe teria escondido a corrente. Ele disse que todas as vezes que ele chega da escola após o almoço ele é amarrado e é solto às 16h30 assim que a mãe sai para buscar a avó no serviço?, disse.

A mãe não gravou entrevista, mas afirmou que o filho tem problemas psicológicos e toma remédios para controlar a hiperatividade. Segundo ela, o menino já fugiu várias vezes de casa. ?A princípio ela negou e disse que a criança estava inventando. Quando as correntes foram encontradas ela disse que [acorrentava] é porque ele foge de casa e vai para a casa do tio?, explicou a conselheira tutelar Adriana Azevedo.

Ela prestou depoimento e foi liberada porque não houve flagrante de cárcere privado. Durante as investigações, a criança vai ficar na casa de parentes.

Se for confirmada a denúncia, a mãe poderá perder a guarda do filho. ?Se for constatado o cárcere privado e maus-tratos ela pode pegar até sete anos de prisão?, afirmou a delegada Denise Gobbi Szakal.

Fonte: G1