Método de Segurança alemão servirá de modelo para o Piauí

A vice-governadora Margarete Coelho conheceu a polícia da capital

Durante viagem oficial à Alemanha, a vice-governadora, Margarete Coelho e a diretora de Gestão Interna da Secretaria da Segurança Pública do Piauí, Eugênia Villa, visitaram a LKA (Landeskriminalamt), a polícia da capital do país, Berlim. O encontro teve a finalidade de adquirir conhecimento e alinhar planejamento pertinente à investigação policial sobretudo no campo da atuação de policiais que lidam diretamente com a comunidade e também na área de Tecnologia da Informação.

Na visita, as gestoras estiveram reunidas com o comissário alemão Eberhard Bund que as apresentou a organização e o método de trabalho da polícia alemã. A exposição e forma de atuação dos policiais que está vinculada a uma qualificação continuada chamou a atenção das visitantes, que ouviram relatos de profissionais da segurança. Cumprindo agenda no país, Margarete Coelho, participou da reunião junto com a delegada Eugênia Villa, com o propósito de verificar esse avanço tecnológico e a excelência na segurança com foco na valorização do profissional.

"Considerei importante participar da reunião principalmente por Berlim ter uma polícia qualificada, com tecnologia avançada e também para ampliarmos essas parcerias, para aprofundarmos a formação do profissional. E percebe-se que, além de tecnologia, a LKA trabalha muito bem o desenvolvimento do capital humano traçando o perfil do policial e aproveitando a sua potencialidade a partir de um estudo da comunidade”, pontua a vice-governadora. 

De acordo com a delegada Eugênia Villa, a troca de experiências e apresentação de modelos do trabalho alemão foram importantes e essa dinâmica da organização da política alemã servirá de modelo no Piauí. “A polícia alemã trabalha com as áreas de segurança integradas. O que faz a diferença é a metodologia, o capital humano. É importante darmos primazia a uma educação continuada e a integração das polícias como uma forma de trazer um atendimento integral à sociedade piauiense. É de extrema importância o policial estar qualificado. Na LKA, o policial tem ligação 24 horas com os juízes e essa integração se dá de uma forma exógena entre o sistema de segurança, as polícias, mas, sobretudo, com a justiça para agilizar a comunicabilidade dessas questões policiais. E é essa dinâmica da organização da polícia alemã e interação com o judiciário que se pretende implementar no Estado”, observa.

A delegada pontua ainda que a visita agregou conhecimento para o planejamento estratégico da Segurança no Piauí pelo fato da polícia alemã ser eminentemente preventiva e trabalhar com a potencialidade do policial em prol da comunidade. “Além da tecnologia, as viaturas alemãs possuem equipamentos para o atendimento em diversas demandas com dispositivos apropriados para o apoio em qualquer ocorrência desde acidente de trânsito até salvamento de pessoas. Existe uma especialização no atendimento. A gente pretende criar mapas de áreas baseadas no território e no perfil daquela região e a partir dessa estatística criminal, iremos trabalhar naquela área e assim realizar um trabalho de prevenção e repressão”.


Image title

Fonte: Com informações do Portal do Governo