Ministério da Saúde alerta sobre entrada de novo vírus no Brasil; PI registra doença

Ministério da Saúde alerta sobre entrada de novo vírus no Brasil; PI registra doença

A doença é transmitida por uma das subespécies do mosquito que transmite a dengue, o Aedes albopictus,que já foi registrado em 116 municípios do Piauí

Pesquisadores e médicos alertam sobre a entrada do vírus causador da febre chikungunya no país. Causada pelo vírus chikungunya, essa doença é transmitida por um dos mosquitos da dengue, o Aedes albopictus. Com a proximidade da Copa do Mundo e a entrada de vários turistas em território nacional, o país fica mais vulnerável.

O Ministério da Saúde já fez um levantamento quanto às regiões com incidência do mosquito no Piauí. Com o total de 224 municípios, há 116 municípios com a presença do aëdes albopictus. Porém, ainda não há riscos referentes à chikungunya. No Brasil, apenas há casos de pessoas que vieram do exterior já contaminadas.

A febre chikungunya já é comum em algumas ilhas do Caribe e em partes do continentes africano. Os sintomas desta enfermidade são os mesmos da dengue, porém enquanto a dengue tem uma duração média de uma semana, a chikungunya pode chegar a durar meses.

Já quanto a casos de dengue, o Piauí está em um período de tranquilidade. Neste ano foram contados 750 casos de dengue, enquanto que neste mesmo período no ano passado foram contados mais de 2.000 casos. Com isso, pode-se dizer que houve uma redução de quase 70% de casos de dengue em território piauiense, sem a presença de casos graves.

Mas ainda há alerta sobre a dengue, de acordo com Inácio Lima, coordenador da vigilância de saúde ambiental da SESAPI, nunca é demais alertar sobre a doença, ainda mais em períodos chuvosos. ?Mais de 70% dos casos de foco de dengue são em residências, é importante o alerta para que não haja água parada jamais?, afirma Lima.

Os sintomas mais comuns da dengue são febre alta, dor ao redor dos olhos e articulações e, às vezes, também há a presença de manchas na pele. Em caso de suspeita de dengue, é essencial que o paciente procure imediatamente um médico e que não tome medicamentos por conta própria.

Fonte: Nadja Uchôa