Ministro afirma que conta de luz deixará de ter cobrança extra

O valor da conta pode cair já no mês que vem.

A conta de luz dos brasileiros deixará de ter a cobrança extra a partir de abril, afirmou nesta quinta-feira (25) o ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga. Segundo ele, a conta passará a ter bandeira verde.

A medida deve gerar uma redução de 6 a 6,5 pontos percentuais na tarifas de energia, de acordo com o governo. O valor da conta pode cair já no mês que vem.

De acordo com o ministro, em março passará a vigorar a bandeira amarela, que representa um acréscimo de R$ 1,50 a cada 100 kW/h consumidos.Em fevereiro, a conta de luz estava com adicional R$ 3 para cada R$ 100 kW/h.

Segundo o ministro, o Conselho de Monitoramento do Setor Elétrico decidiu, em reunião extraordinária nesta quinta-feira, que serão desligadas mais 15 usinas térmicas devido à melhora dos reservatórios das hidrelétricas. Isso deve reduzir os custos para as geradoras de energia.

A medida é complementar a anúncio feito no início de fevereiro, quando foi decidido o desligamento de 2.000 megawatts com custo de geração mais alto.O desligamento das térmicas deve gerar uma economia de R$ 8 bilhões para o governo, segundo cálculos da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica)

Usinas térmicas

Quando há pouca chuva, o nível dos reservatórios das usinas hidrelétricas cai, o que diminui a produção de energia. Para compensar essa queda, o governo manda acionar usinas termelétricas, a carvão, que são mais caras. É o que acontece no país desde 2013.Desde janeiro de 2015, as contas são acrescidas de uma cobrança extra, chamada de bandeira vermelha, para compensar gastos mais altos para gerar energia.

Ministro de Minas e Energia Eduardo Braga (Crédito: Divulgação)
Ministro de Minas e Energia Eduardo Braga (Crédito: Divulgação)


Fonte: Com informações: UOL