Ministro diz que boatos sobre vacina são "disparates"

Mais de 36 mil postos de vacinação estarão abertos neste sábado em todo o país

O ministro da Saúde, José Gomes Temporão, disse nesta sexta-feira (9) que o "Dia D" para a vacinação contra a gripe A (H1N1), conhecida popularmente como suína, que acontece neste sábado (10) tem a função de mostrar que o produto é seguro, apesar de boatos na internet dizerem o contrário ? ele classificou esse tipo de "lenda urbana" como um "disparate". Amanhã, 36 mil postos de vacinação em todo o país estarão abertos para permitir que as pessoas ainda não imunizadas possam tomar a dose ? até agora, apenas 23% do público-alvo recebeu a vacina.

? O Dia D tem dupla função, quem ainda não tomou pode tomar e também para mostrar que esta vacina é segura.

De acordo com o Temporão, o ministério tem conhecimento de mensagens que circulam na internet e que dizem que a vacina não é segura.

? Essas lendas urbanas são disparates e mostram profunda ignorância. Pessoas que tem acesso a este tipo de informação que circula na internet não podem acreditar nesse tipo de mensagem e deixar de acreditar na autoridade sanitária e no seu médico. Essa vacina é produzida exatamente como a da gripe sazonal. Tanto é que eu estou levando meus quatro filhos amanhã para tomar vacina. Apenas as pessoas que têm alergia a ovo não podem tomar.

De acordo com o ministro, até agora nenhuma reação que não seja a local foi registrada.

? A vacina pode ter uma reação local. Agora imagine uma mulher grávida que não se vacina por qualquer motivo e morre por gripe e perde seu filho, tendo uma vacina segura e gratuita. Isso não pode acontecer.

No "Dia D", todos os 36 mil postos de vacinação do país deverão estar abertos, em horários a serem informados pelos Estados e municípios, que também vão definir a necessidade de postos volantes para aplicação das doses.

Devem ser vacinados doentes crônicos com menos de 60 anos, grávidas em qualquer período de gestação, crianças de seis meses a menores de dois anos e adultos de 20 a 29 anos.

Fonte: r7