Mistura de Viagra e drogas matam motoboy de 21 anos em motel

Rapaz passou mal em motel e sofreu parada cardíaca; polícia vai investigar o caso.

Um motoboy de 21 anos morreu na madrugada de ontem após passar mal dentro de um motel, no bairro Palmeiras, zona sul de São José dos Campos. A suspeita da polícia é que ele tenha sofrido uma parada cardíaca provocada pela mistura de bebidas alcoólicas, drogas e estimulante sexual.

O enterro do rapaz aconteceu na tarde desta quarta-feira (16), no cemitério do Morumbi, também na zona sul.

Duas garotas e outro homem estavam com ele no momento da morte. Segundo a polícia, os quatro já teriam ingerido uma grande quantidade de álcool durante a noite em um bar no bairro Jardim Explanada, na zona oeste da cidade.

Por volta de meia-noite, o grupo decidiu ir para um motel. Para entrar no local, um dos casais teria se escondido dentro do porta malas.

Mistura. De acordo com o depoimento das duas garotas, --de 17 e 19 anos-- no quarto eles teriam continuado a beber e usaram "lança perfume". ?Uma das adolescentes disse ainda que, além da bebida e do lança perfume, o rapaz teria ingerido Viagra?, disse Antônio Alvaro Sá Toledo, delegado assistente da delegacia seccional de São José dos Campos.

Em seguida, durante o ato sexual, o motoboy começou a passar mal, por volta de 1h, e teria desmaiado. Os colegas tentaram reanimá-lo, mas sem sucesso, e depois chamaram por socorro.

O rapaz chegou a ser levado ao Pronto Socorro da Vila Industrial, na zona leste, mas sofreu uma parada cardíaca.

Familiares e muitos amigos estiveram presentes ontem durante o enterro do rapaz, que ocorreu por volta das 17h. Nenhum parente quis falar sobre o assunto.

Investigação. A Polícia Civil abriu inquérito para investigar o caso. ?Vamos ouvir novamente nesta semana as pessoas que estavam com ele no momento da morte e esperar o laudo do IML (Instituto Médico Legal) com o resultado do exame toxicológico para saber exatamente o que provocou a parada cardíaca?, disse José Henrique Ramos, delegado do 3º Distrito Policial.

Familiares teriam dito a polícia que a vítima era dependente químico. Se confirmado que a morte foi provocada pelo uso de drogas ilegais, o fornecedor das substâncias poderá ser responsabilizado.

?Se verificarmos que houve o uso de drogas, vamos tentar identificar quem forneceu para a vítima e essa pessoa será indiciada por tráfico de drogas e homicídio culposo?, disse.

Entenda o caso

Encontro

O rapaz de 21 anos estava bebendo com um amigo e duas garotas em um bar, quando decidiram ir a um motel

Motel

No local, os quatro continuaram bebendo e teriam usado ?lança perfume?. Segundo uma das garotas, o motoboy ainda teria ingerido Viagra

Mal súbito

Enquanto praticava sexo com uma das garotas, o rapaz teria passado mal e desmaiou. Ele chegou a ser levado para o Pronto Socorro, mas sofreu um ataque cardíaco e morreu

Análise

Álcool pode potencializar os efeitos

O uso de álcool associado a medicamentos e outras substâncias químicas pode ser uma mistura fatal, de acordo com o cardiologista André Chiga, de São José dos Campos.

Entre os exemplos de remédios que não podem ser ingeridos com bebidas estão os antibióticos, calmantes e estimulantes, como as conhecidas anfetaminas, usadas para emagrecimento. ?A bebida alcoólica potencializa os efeitos de algumas drogas, sejam licitas ou ilícitas, resultando em efeitos inesperados, podendo até levar à morte?, disse Chiga.

Risco. No caso de drogas ilegais, como a cocaína e a heroína, o risco é ainda maior. ?Essas drogas simulam o efeito da adrenalina, acelerando o coração e levando ao aumento de pressão, o que pode acarretar a uma parada cardíaca?, afirmou.

Para o especialista, o suposto uso de Viagra pode ser descartado como causa da morte do motoboy, de 21 anos, ocorrida dentro de um motel na zona sul. ?O Viagra em si não oferece nenhum risco, o que precisa verificar é se ele não tinha alguma doença pré-existente, que poderia ser afetada pelo próprio esforço físico do ato sexual?, disse o cardiologista.

Fonte: Terra