Moradores de Picos permanecem apreensivos com aumento no número de assaltos e roubos

Em grande parte dos casos, a vítima é rendida por homens jovens que usam uma motocicleta para facilitar a abordagem e a fuga.

Pessoas que moram, trabalham ou passam pelo Conjunto Habitacional Petrônio Portela (Cohab), bairro Paraibinha, na zona Leste de Picos, estão assustadas e com medo por causa de uma onda de roubos e assaltos na região.

Relatos de moradores revelam que as vítimas são assaltadas em plena luz do dia, na maioria das vezes ao chegar em casa. Em grande parte dos casos, a vítima é rendida por homens jovens que usam uma motocicleta para facilitar a abordagem e a fuga.

A ousadia dos bandidos é tanta que eles abordam as vítimas ainda no trânsito e conseguem levar bolsas de quem está andando de moto e se assusta com a abordagem violenta. “Foi tudo muito rápido. Não vi de onde eles surgiram, quando vi já estavam colados na minha moto e dizendo que era um assalto”, conta uma mulher de 55 anos que por pouco não teve a bolsa levada.

A tentativa de roubo aconteceu na Avenida Senador Helvídio Nunes, na altura da concessionária Alencauto, nas imediações do bairro Conduru, vizinho à Cohab. No trecho onde a vítima foi abordada são cada vez mais comuns as ações dos criminosos, especialmente no final da tarde, quando centenas de pessoas aproveitam o horário para realizar atividades físicas na avenida.

De acordo com uma moradora da região que prefere não se identificar por medo de represálias, pessoas que transportam notebooks em mochilas ou caminham falando ao celular são as mais visadas pelos bandidos, principalmente nos horários de chegada e saída do trabalho ou da escola. “Nós estamos com medo e fazemos um apelo para que a polícia esteja presente aqui. Nós estamos em perigo, não podemos mais sair de casa”, desabafa. Segundo ela, já teriam sido registrados pelo menos 12 assaltos a moradores do bairro nas últimas semanas.

O comandante da Polícia Militar de Picos, tenente coronel Wagner Torres, foi procurado, mas preferiu não emitir nenhum comentário por não ter em mãos dados sobre as ocorrências nesse local.




Fonte: Gande Picos