Moradores de rua assustam população do centro de Teresina

Moradores de rua assustam população do centro de Teresina

Segundo a população, eles são usuários de drogas e estão levando perigo a quem costuma andar pelas proximidades

Quem mora, trabalha ou estuda nas proximidades da Praça do Liceu está incomodado com o aumento do número de moradores de rua na região. Segundo a população, eles são usuários de drogas e estão levando perigo a quem costuma andar pelas proximidades.

Os donos de estabelecimentos que ficam localizados nos arredores da praça reclamam que eles são agressivos e assustam os clientes. “Eles se dirigem aos clientes que estão lanchando, pegam a comida deles, as vezes jogam no chão. Nós mandamos eles embora, mas eles voltam. A situação está cada dia mais complicada”, disse Luis Gonzaga, que trabalha em uma lanchonete, localizada na praça.

Para Jenivaldo Batista, não é apenas a presença deles que incomoda, mas o perigo que eles levam para quem trabalha e estuda nas proximidades da Praça do Liceu. “Aqui sempre tem assaltos, já tiveram arrombamentos, mas não sabemos se não eles. Mas uma coisa é certa, eles deixam a praça mais perigosa”, reclamou.

Oslene, que também trabalha no local, em uma lanchonete, afirma que os clientes do estabelecimento onde ela trabalha também são incomodados por eles, mas para ela, o pior é o perigo que eles levam para a praça. “Eles preferem assaltar estudantes, tanto no horário de chegada como de saída”, afirmou.

O número está aumentando, e nos últimos dois meses, segundo os moradores e trabalhadores da região, a situação ficou ainda pior. Eles afirmaram ainda que já acionaram a Prefeitura Municipal de Teresina, mas o problema não foi solucionado. “A Prefeitura já veio, já os tirou da praça, mas eles voltam”, relatou.

Clique aqui e curta a página do meionorte.com no Facebook

 

Fonte: Pollyana Carvalho