Moradores reclamam de ruas sem calçamento em Teresina

Quem mora no Parque Sul ou nos bairros próximos tem que lidar diariamente com os problemas causados pela falta de calçamento

Os residentes do Parque Sul, situado nas proximidades do Residencial Vamos Ver o Sol, zona Sul da capital, estão demonstrando insatisfação associada à ausência de calçamento em diversas ruas do conjunto habitacional. As condições precárias das vias já fez que moradores tenham retirado recursos do próprio bolso para tentar amenizar a situação.

Para Gracionar Maria da Silva, moradora de uma das ruas que têm acesso precarizado, circular de carro é uma das atividades prejudicadas pela conjuntura da via, que, além de estreita e esburacada, ainda abriga no seu entorno um matagal. ?Para a gente andar de carro aqui teve que pagar um trator para cobrir uns buracos, até os canos estavam expostos aí. Cada um dos dez moradores da quadra teve que dar 15 reais para um trator ajeitar a rua. Carro não passava por aqui?, relata a moradora, que reside há 3 anos no bairro.

Osvaldina da Silva é mais uma das moradoras que exigem melhorias nas ruas do Parque Sul. A via onde sua residência fica localizada está em condições inapropriadas, sendo que é uma das quais é possível ter acesso à Unidade Básica de Saúde do bairro. ?Acho que essa é uma das piores ruas que têm aqui. É esquecida mesmo. Estou até pensando em vender a minha casa e sair daqui, porque não quero mais para morar em um lugar desse. Meu filho já ficou doente por causa dessa poeira?, disse.

A moradora conta ainda que a rua já esteve em condições piores, e que um vizinho teve que contratar os serviços de uma máquina para melhorar o tráfego, pois a mesma estava quase sendo interrompido pelos burracos e ingremidades existentes.

O residencial, que já existe há cerca de 10 anos, também apresenta problemas na conclusão da pavimentação asfáltica da principal via do local. O piche foi implantado em apenas uma mão da avenida. ?Eu acho que quando veio recurso para asfaltar a rua deve ter vindo para ela toda, não entendo porque só uma parte foi feita. Isso aí está com muito tempo assim. Ficam só dizendo que vão fazer e nada. Aqui tem problemas é quase todas as ruas?, aponta.

Sobre a situação, a Superintendência de Desenvolvimento Urbano da região Sul informou que o residencial já conta com muitas ruas que estão com as obras de calçamento em fase de execução, as quais estão sendo contempladas com os recursos do orçamento popular. Já em relação ao asfalto incompleto da avenida principal, foi esclarecido que a obra deverá ser concluída após a liberação de recursos do governo federal.

Além disso, a SDU/Sul esclarece que as ruas que não foram inclusas no orçamento popular de 2012, possivelmente estarão no de 2013, e que somente a zona Sul está sendo beneficiada com quase 4 milhões de reais para realização de melhorias nesse sentido.

Fonte: Wherika Carvalho