Morre bebê que nasceu em parto feito pela avó em acostamento

Morte foi registrada pelo hospital às 3h05 desta terça-feira (22)

Morreu na madrugada desta terça-feira (22) o bebê que nasceu às margens da BR-387, nas proximidades do município de Santiago, no Rio Grande do Sul. A informação foi repassada pelos pais à RBS TV, por telefone, como mostra a reportagem do Bom Dia Rio Grande (veja o vídeo). Mais tarde, o hospital Santa Casa, de Alegrete, confirmou ao G1 a morte do bebê, registrada às 3h05. Ele estava internado na UTI Neonatal desde a manhã de segunda-feira (21).

Durante uma viagem a São Borja, na segunda-feira (21), Sílvia Rodrigues Escobar, de 24 anos, entrou em trabalho de parto e deu à luz no acostamento da estrada. A mãe estava com sete meses de gestação. O parto foi feito pela sogra dela, avó do bebê, Thamara Goulart, que é enfermeira.

O nascimento ocorreu por volta das 10h de segunda. Internado, o recém-nascido respirava com a ajuda de aparelhos. A família havia se deslocado de Santa Maria para São Borja para visitar parentes.

Ainda na segunda, a gestante apresentou complicações provocadas pela hipertensão. Foi medicada em um hospital e autorizada a voltar para casa. No caminho, porém, ela entrou em trabalho de parto.

A avó fez massagem cardíaca e respiração boca a boca para reanimar o bebê, que nasceu com menos de 900 gramas. Após o parto, o pai da criança lembrou a ação.

"Minha mãe parou o carro e quando foi olhar para ela a cabeça do bebê já estava saindo. Ela fez o parto ali mesmo e nós atamos o cordão umbilical com o meu cadarço mesmo", detalhou Thiago Bender.

Levado ao Hospital de Caridade de Santiago, que não possui UTI, o menino precisou ser transferido em uma ambulância para Alegrete. O bebê se chamava Lucas. A família não informou sobre velório e sepultamento, e o hospital não está autorizado a repassar maiores detalhes.

Fonte: G1