Morte de pedestre é um número crescente em Teresina

Háum desrespeito grande quanto ao respeito à lei de trânsito

Image title

Respeitar a faixa de pedestres é uma obrigação, por lei, que objetiva facilitar ao cidadão a travessia nas vias publicas. A faixa corresponde a uma sinalização horizontal constituída por uma série de tarjas que delimitam a área determinada nas ruas e avenidas por onde o pedestre tem prioridade ao atravessá-las. No entanto, ainda existe um desrespeito muito grande quanto ao respeito à lei de trânsito em Teresina.

Um panorama dos acidentes realizado pelo projeto Vida no Trânsito - que visa diminuir o número de acidentes graves e fatais no trânsito, mostrou a ocorrência de 28 mortes envolvendo pedestres na capital, no ano de 2014.

Para Samyra Motta, gerente de Educação no Trânsito da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans), é importante conscientizar e convencer o pedestre de que ele é a parte mais frágil do trânsito e de que a faixa é o lugar mais seguro para atravessar as vias.

“A gente sempre chama atenção para que o condutor respeite a faixa, mas é preciso chamar atenção também dos pedestres. Muitas vezes, eles atravessam sem dar sinalização, mexendo no celular ou ainda na diagonal.

Os pedestres também são responsáveis por causar os seus próprios acidentes. Quem está no trânsito tem que ter toda a atenção voltada para ele, pois é preciso torná-lo sempre o espaço mais seguro possível”, declarou.

A segurança no trânsito depende de uma combinação de prudência e respeito entre motoristas e pedestres.

A gerente adiantou que o órgão de trânsito vai lançar a Semana do Trânsito em Teresina e tem como tema ‘’Seja você a mudança no trânsito’’, que vai focar no pedestre como parte importante e responsável para a construção de um trânsito mais seguro.

“São dois lados da moeda: um é a Strans, que sinaliza, fiscaliza, melhora a engenharia e educa. O outro fica a cargo dos condutores, pedestres e todos aqueles que compõem o trânsito.

O pedestre precisa ser o mais atento, pois, geralmente, nos acidentes em que ele está envolvido sempre acaba indo a óbito, já que ele recebe todo o impacto da colisão”, declarou.


Desrespeito à faixa de pedestres é a segunda infração mais cometida

Os dados da Strans mostram que a média de infrações de condutores que desrespeitam a faixa de pedestres onde possui semáforo na capital fica em torno de 500 flagrantes mensais.

A infração foi a 2ª mais cometida nos primeiros meses de 2015 (janeiro, fevereiro e abril). Por isso, a Superintendência lançou a campanha "Pedestre, proteja sua vida, use a faixa", para mostrar que ele tem que proteger sua vida, devido ao grande desrespeito dos condutores.

"O pedestre tem seus deveres, assim como os motoristas e motociclistas. Ele deve estar atento ao trânsito, pois ele corre o mesmo perigo de quem está no carro com o agravante de que ele está desprotegido e sua vida é que está em jogo", destacou.

Fonte: Waldelúcio Barbosa