Motorista atropela garis em São Paulo; suspeita de embriaguez

Motorista que atropelou 3 é levado a delegacia por suspeita de embriaguez

O motorista que atropelou três pessoas na manhã deste sábado (22) na Marginal Pinheiros, no trecho que dá acesso à Ponte Engenheiro Ary Torres, na região do Morumbi, Zona Sul de São Paulo, foi detido por suspeita de embriaguez. No acidente, morreram dois garis que faziam manutenção do canteiro central da via. Uma das vítimas seguia internada, por volta das 11h, no Hospital Santa Marcelina, onde passará por cirurgia.

De acordo com o tenente Luís Gomes, comandante da 1ª Companhia do 1º Batalhão de Trânsito da PM, o rapaz, que é bancário e mora no ABC, afirmou que bebeu em uma casa de música country em Guarulhos, na Grande São Paulo, e que seguia para a casa da mãe, no Campo Belo, Zona Sul da capital, quando perdeu o controle da Hilux e invadiu o canteiro. A PM chegou a encontrar garrafas de bebidas alcoólicas no veículo.


Motorista atropela garis em São Paulo; suspeita de embriaguez

Após o acidente, ele chegou a ser agredido e precisou ser levado para o Hospital Universitário. Detido, ele foi levado para o 89º Distrito Policial, no Portal do Morumbi, onde no fim desta manhã era feito o boletim de ocorrência de homicídio. Como se recusou a passar pelo teste do bafômetro, o bancário foi levado para o Instituto Médico-Legal (IML) para testes.

Um gari que presenciou o acidente, e pediu para não ser identificado, afirmou ao G1 que a Hilux estava a cerca de 150 km/h. ?Ele bateu na mureta e veio raspando por cerca de 70 metros. A gente é trabalhador e não sabe mais se volta para casa por causa desses imprudentes.? O tenente Luís Gomes disse que o impacto da batida foi tão grande que chegou a danificar um poste. A velocidade da Hilux será investigada pela perícia.

Segundo a Secretaria de Coordenação das Subprefeituras, os funcionários trabalhavam na conservação de áreas ajardinadas quando foram atingidos. O trecho onde ocorreu o atropelamento foi fechado às 7h40. Às 11h, uma faixa seguia interditada para os trabalhos de perícia.

De acordo com a assessoria de imprensa do Hospital Santa Marcelina, o gari foi identificado como Ademir Arantes Dantas. No fim da manhã, seu quadro era considerado estável. O hospital diz que ele deve passar por cirurgia ainda na tarde deste sábado.

Fonte: G1