Motoristas recebem orientação sobre preservação e tráfico de animais

A ação promove uma blitz ambiental com apoio da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans). O objetivo é orientar os motoristas através da entrega de um kit ambiental.

Com objetivo de conscientizar a população sobre a preservação e o fim do tráfico de animais silvestres, como o Cágado, espécie conhecida como “Tartaruga pescoço de cobra”, o Projeto Caba (Cágado barbicha) realizou a campanha Sos Fauna do Poty na Avenida Boa Esperança, em frente ao Parque Encontro dos Rios, na zona Norte de Teresina.

A ação promove uma blitz ambiental com apoio da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans). O objetivo é orientar os motoristas através da entrega de um kit ambiental.

Dessa forma, Jacqueline Lustosa, presidente do Caba, pretende, junto com a equipe de profissionais, diminuir a incidência de atropelados das espécies. “Por conta disso, a espécie diminui. Por isso, queremos preservar o que tem e multiplicar para soltarmos a natureza”, destaca.

Caso o motorista presencie a passagem de qualquer animal silvestre, a presidente explica que o condutor deve parar o veículo e deixar o animal seguir o caminho, principalmente o cágado, que anda mais devagar.

A preocupação de sobrevivência da espécie ocorre pela falta de preservação do homem e também por outros fatores. “Faltam túneis, sinalização e iluminação ao longo da avenida. Além disso, recebemos denúncias que esses cágados estão desovando nas casas do bairro Acarape, e o pior, que lá não é habitat deles”, afirma Jacqueline.

Por isso, o período chuvoso é ainda mais preocupante, sendo assim, o Projeto realiza três campanhas durante a época. Dessa forma, pretende continuar a preservação e não permitir o risco de extinção da espécie.

E a população colabora. Jacqueline relata um fato emocionante. “Ficamos muito felizes que a população próxima da Avenida Boa Esperança está tirando a espécie da pista”, conta. O mesmo confirma a motorista e dona de casa Conceição Maria. “Quando encontro algum animal, eu paro e deixo ele passar” finaliza.

CÁGADOS - Os cágados, por muitas vezes, são confundidos com tartarugas; no entanto, a primeira é bem menor, chegando a no máximo 35 cm de comprimento.

Vivem à beira de rios, açudes e lagos, ou seja, próximo a água doce, como é o caso do rio Poty. Preferem ambientes com temperatura entre 10° e 35° C, enquanto temperatura da água deve variar entre 15° e 25° C.

Fonte: Thays Teixeira e Daniely Viana