Movimentos lançam Rede Piauiense contra redução da maior idade

O movimento aconteceu no Espaço Memorial Zumbi dos Palmares em THE

CONFIRA A REPORTAGEM COMPLETA NA EDIÇÃO DESTA SEXTA-FEIRA (26) DO JORNAL MEIO NORTE

A possibilidade da redução da maior idade penal tem gerado opiniões contraditórias na sociedade. E para ampliar o posicionamento contrário a medida, que integrantes de movimentos sociais, através da Central dos Trabalhadores do Brasil CTB/PI, lançaram na manhã desta quinta-feira, 25, no Espaço Memorial Zumbi dos Palmares, localizado na Miguel Rosa, região centro/sul, a Rede Piauiense contra a redução da maior idade penal.

O presidente da CTB/PI, Elton Arruda, explica o porquê da criação da Rede Piauiense. “A ideia da Rede é fortalecer as ideias contra a redução da maior idade penal. Temos várias iniciativas de entidades e pessoas contra essa medida. Muito embora, seja um debate que em sua maioria só divulga ideias a favor. Aqui não há chefe, coordenador, mas sim temos muitas pessoas de mãos dadas e lutando pelo mesmo ideal”, destaca.

Para Elton Arruda, apesar dos movimentos sociais serem contrários a redução da maior idade penal, acredita que há outras soluções a serem aplicadas com forma de punição. “Eu diria duas coisas para pessoas que pensam na redução. Primeiro, endurecer a pena do adulto que corrompe um menor. E segundo, vamos fazer o Estatuto da Criança e do Adolescente valer mais ainda, porque ele é um exemplo do que dá certo”, garante.

O presidente da CTB/PI acrescenta ainda que os menores, inclusive os infratores, devem ser, devidamente, acompanhados ao longo do desenvolvimento. “Prender é uma parte da solução, mas também o ponto extremo. Precisamos agir antes, durante e depois. Muitos só pensam em prender e pronto. Mas e quando eles saírem de lá?” questiona.


Repórter: Márcia Gabriele

Fonte: Márcia Gabriele