Motorista foge ao matar mulher; teve corpo dividido 4 partes, afirma polícia

Esposa do motorista disse à polícia que ele irá se apresentar nesta quarta.

Uma mulher de 46 anos morreu na madrugada desta quarta-feira (29) após ser atropelada na BR-277, no bairro Orleans, em Curitiba. Com o impacto da batida, de acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o corpo da vítima se partiu em quatro partes. O motorista, que fugiu do local do acidente, estava acompanhado por um adolescente de 16 anos. O rapaz afirmou que ambos estavam em um bar antes do acidente, porém, como não foi realizado o teste do bafômetro, a polícia não pode afirmar se o condutor estava embriagado.


Mulher atropelada tem o corpo dividido em quatro partes, diz polícia

O atropelamento ocorreu no quilômetro 98 da rodovia. Ainda de acordo com a PRF, a esposa do motorista foi até o local do acidente e afirmou que o marido irá se apresentar nesta quarta-feira em uma delegacia da Polícia Civil. O casal reside em Campo Largo, na Região Metropolitana de Curitiba.

O corpo já foi retirado pelo Instituto Médico-Legal (IML) do local. E o carro precisou ser guinchado.

Outro caso

Este é o segundo caso de atropelamento da região de Curitiba de grande proporção neste ano. Em 11 de janeiro, um motorista atropelou um ciclista na BR-116, na região do Atuba, em Curitiba. Com a intensidade do impacto, o corpo ficou preso ao para-brisa, mas isso não impediu que o motorista continuasse a dirigir por mais seis quilômetros.

O condutor só desistiu de seguir, após ser parado por um motociclista. Neste caso, o motorista foi preso em flagrante. Conforme a polícia, o teste do bafômetro indicou dois miligramas de álcool por litro de ar. Este patamar é o máximo que o equipamento pode medir.

Fonte: G1