Mulher morre após acender 17 velas para receber namorado imaginário

Os vizinhos correram para o apartamento de Jane.

Um caso inusitado chamou a atenção dos moradores da cidade de Reading, no Reino Unido. Uma mulher acendeu 17 velas para ter uma noite romântica com o namorado. No entanto, esse namorado era imaginário, só existia na cabeça de Jane Ellis, 46 anos. Resultado: algumas velas atingiram alguns objetos do apartamento dela e causou um grande incêndio no local.

Ao perceberem as chamas, os vizinhos correram para o apartamento de Jane, mas ela bateu a porta na cara deles e ignorou os avisos. Horas depois do bombeiro controlar o fogo, a mulher foi encontrada morta no chão do banheiro. O caso ocorreu em fevereiro, mas só agora as investigações foram reabertas para saber exatamento o que motivou Jane a ignorar os avisos de fogo.

Segundo uma amiga dela, Susan Arnett, Jane tinha um histórico de poblemas mentais. Ela lembra que, à época do acidente, marcou de buscar Jane na casa da mãe dela. “Jane me mandou uma mensagem de texto: ‘Nós estamos prontos’. Eu presumi que era ela e a mãe, mas agora, provavelmente, ela estava falando do namorado imaginário”, contou ao tribunal.

No entanto, ao chegar a casa da mãe de Jane, ela não estava lá. Quando procurou no apartamento dela, Susan viu a amiga sentada na calçada. “Jane disse que estava esperando por Ian e que, assim que ele chegasse, poderíamos ir”, contou. Susan nunca tinha ouvido falar de Ian, mas Jane contou que eles tinham planos de se casar e passar a lua de mel no Egito.

A partir dessas declarações, o tribunal acredita que Jane tenha acendido as velas para esperar por Ian. O processo ainda segue e devem ser ouvidas mais testemunhas do caso.


Fonte: Com informações do Metropoles