Mulher morre após ser internada oito vezes com infecção urinária em SP

A jovem começou a se queixar de dores abdominais no dia 15 de dezembro.

Uma mulher morreu nesta quarta-feira após passar por oito internações no último mês na cidade de Franca, interior de São Paulo, conforme informaram seus familiares. Luara Prieto Ribeiro,25 anos, morreu após submeter-se a uma cirurgia na Santa Casa de Franca, mas a família alega que ela não teve nenhum diagnóstico revelado pela equipe médica, mesmo após ter passado por oito internações no pronto-socorro Doutor Álvaro Azzuz. As informações são do Bom Dia SP.

Segundo o pai de Luara, Silson Ribeiro da Silva, a jovem começou a se queixar de dores abdominais no dia 15 de dezembro. No pronto-socorro, Luara foi medicada e posteriormente liberada. Sem perceber melhoras, ela voltou ao hospital outras sete vezes. ?Todas as vezes, os médicos falavam para ela tomar um remédio qualquer. Um dava antibiótico e o outro tirava?, disse.

A última internação da jovem foi no dia 31 de dezembro. No dia 3 de janeiro ela passou por uma endoscopia e foi encaminhada para o centro cirúrgico. De lá, ela foi para o Centro de Terapia Intensiva (CTI) da Santa Casa. "A cirurgia era para levar três horas. Demorou oito. Chegando lá ela teve uma parada cardíaca de dois minutos. Ela foi ressuscitada e continuou no CTI", disse o pai.

Na noite de quarta-feira, Luara não resistiu e morreu. O pai da paciente registrou um boletim de ocorrência para que seja investigada uma possível negligência médica. A Secretaria de Saúde de Franca informou que abriu uma sindicância para apurar o caso. A Santa Casa também investiga se houve falha no atendimento à paciente.

Segundo a secretária de Saúde Roseana Moscardini, o diagnóstico do primeiro atendimento da paciente aponta que Luara tinha uma infecção de urina.

Fonte: Terra