Mulher que sofria por ter 30 anos e não ter família é achada morta

Mulher que acreditava que namorado ia deixá-la é achada morta

A britânica Rachel Gow, 29 anos, que sofria por chegar aos 30 anos e não ter sua própria família teve um final trágico, pois foi encontraa morta.

A jovem sofreu por muito tempo com a morte de sua mãe e havia declarado para sua família que não estava muito feliz com sua atual vida. Ela estava solteira, triste com a perda da mãe e sem perspectiva de casar e ter filhos, apesar de está namorando. Ele acreditava que seu namorado não casaria com ela.

Rachel Gow morreu envenenada, e acredita-se que ela tenha cometido suicídio. O caso aconteceu no final do ano de 2014. 

Rachel Gow é achada morta
Rachel Gow é achada morta

Recentemente a família de Rachel revelou novos detalhes da tragédia. Eles não entendiam por que uma mulher que aparentemtne era feliz vista como "aventureira e extrovertida" pudesse tirar a própria vida. 

Rachel tinha um namorado firma, Anton Tsvarev, engenheiro, 30 anos, mas acreditava que ele iria se separar dela e imaginava que ele tinha amante. Ele estava insegura e receava depois de terminar o namoro não conseguir arranjar outro namorado.

Rachel Gow e o namorado Anton
Rachel Gow e o namorado Anton

Segundo parentes da jovem ela sempre costumar falar sobre a vida de outros membros da família: os outros membros da família tinham muito mais "sucesso" que ela no que se refere à vida pessoal. "Ela não suportava a ideia de ficar solteira enquanto outros da família eram felizes no casamento", conmtou um deles, que não revelou o nome

Preocupada que seu namorado a deixasse e bastante deprimida, Rachel enviou uma mensagem para Anton onde dizia que desejava toda a felicidade para ele e que conseguisse tudo o que queria. . "Belo futuro para você", dizia o texto da mensagem. O namorado de Rachel  tentou falar com ela, mas não conseguiu e se deslocou até a casa dela, mas quando chegou lá a jovem estava agonizando no chão da sala, pois havia se envenenado, o gás estava ligado. Ele tentou revivê-las, mas Raquel morreu antes do resgate chegar.

Rachel, antes de namorar Anton, havia tido três namorados dos quais havia se separado a acalentava o sonho de ter um relacionamento sério e chegar ao casamento.

A mãe da jovem morreu em 2011 de câncer e após isso ela teve um depressão, mas a família acreditava que anos depois da perda, Rachel havia melhorando, principalmente porque havia conhecido Anton, em 2013.

Entretanto, Rachel não superou tudo, e estava com crise de ansiedade pelo fato de está perto de completar 30 anos. Em seus planos estava viajar com o namorado para Itália e ainda passar o seu aniversári em Las Vegas. Ela chegou até a separar o dinheiro para a viagem.

Raquel estava abalada por uma "intuição" sua que fazia ela acreditar que Anton iria abandoná-la. O namorado de Raque falou sobre a insegurança da jovem: A nossa relação teve muitos de altos e baixos por causa das inseguranças dela. Isso fazia com que muitos problemas fossem criados. Ela sempre sentiu que eu iria deixá-la, mas isso não era o caso."

A jovem fazia tratamento com um psicólogo que afirmou que Rachel estava bem, mas que ainda sofria com a perda da mãe e que reclamava de ainda não marido e filhos.

Rachel Gow era tida como alegre e extrovertida
Rachel Gow era tida como alegre e extrovertida

O principal motivo para desconfianças de Raquel com o namorado teria sido uma mensagem de celular que ela teria visto e não havia gostado e isso fez com que ela acreditasse que ele iria terminar o relacionamento.

Mesmo com emprego novo, e estando feliz por isso, Rachel não conseguiu superar sua insegurança e medo e acabou tirando a própria vida.

Anton disse sentido em uma entrevista:

- Todo mundo está devastado pela morte de Rachel. É uma perda trágica para todos, eu estou absolutamente de coração partido.

Fonte: R7