Multa rigorosa derruba em 20% desrespeito a vagas para deficientes

Quem usa cadeira de rodas elogia a mudança

Pouco mais de seis meses após o aumento da multa para quem estaciona sem permissão em vagas destinadas a pessoas com deficiência, a medida provou que, ao pesar no bolso, mais motoristas passaram a respeitar a lei.

É o que mostra levantamento da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), segundo o qual houve uma queda de mais de 20% no número de multas aplicadas a motoristas pela infração. De acordo com o órgão, 1.276 pessoas foram autuadas por elas no primeiro trimestre de 2016 – contra 1.605 no mesmo período do ano anterior. 

Quem usa cadeira de rodas elogia a mudança Fonte: iG Vigilante - iG @ http://ultimosegundo.ig.com.br/igvigilante/transito/2016-07-26/multa-vagas-pessoas-com-deficiencia.html
Quem usa cadeira de rodas elogia a mudança

A mudança é perceptível. Quem usa cadeira de rodas afirma que transformar a infração de leve em grave, aumentando o valor da multa de R$ 53,20 para R$ 127,69, ajudou na hora de encontrar um lugar para estacionar nas ruas. O problema, no entanto, continua dentro de locais privados.

“Nesses lugares, nem há fiscalização porque o gerente, por exemplo, não vai querer perder um cliente por causa de uma vaga”, diz Álvaro Lorenzetti, de 60 anos, que já deixou de frequentar um supermercado por ter sido desrespeitado por um funcionário que deveria ajudá-lo.



Fonte: iG