Natal: Teresinenses fazem exposição de presépios dos mais diferentes estilos

Natal: Teresinenses fazem exposição de presépios dos mais diferentes estilos

Em Teresina, a tradição dos presépios invade casas, igrejas e órgãos públicos.

Considerado um dos elementos essenciais na decoração natalina, os presépios representam muito mais que cenário montado. Na igreja da Piçarra, uma exposição revela os mais diferentes modelos de presépios.

Em Teresina, a tradição dos presépios invade casas, igrejas e órgãos públicos. O público pode conferir os mais diferentes estilos e cores, dos mais simples confeccionados com galhos, palhas e madeiras, aos mais sofisticados, feitos de vidros.

Com uma beleza que encanta a todos que os veem, os presépios também transmitem simplicidade e amor, que são os sentimentos que melhor representam a passagem de Jesus pela Terra. Hoje as famílias cristãs se preparam para celebrar o nascimento de Jesus.

As casas se enchem de luz e alegria e os melhores sentimentos são reunidos nesta noite. Também é tradição decorar a casa com presépios, que ilustram a chegada de Jesus ao mundo. Esse costume se iniciou com São Francisco de Assis, em 1223.

Naquele ano, o santo resolveu fazer um Natal diferente, pois além de festejar na igreja como já era tradição, São Francisco resolveu fazê-lo na floresta, onde montou em argila o primeiro presépio do mundo, e na ocasião explicou para as pessoas o real sentido do Natal.

Mas foi no século XVIII que o costume se espalhou pelos países e perdura até os dias atuais. Segundo a Bíblia, José e Maria fugiram da Galiléia depois de saber que o rei Herodes tinha ordenado que matassem todas as crianças do reino, pois tinha medo de perder seu trono para o futuro rei dos judeus.

Quando estavam viajando, tiveram que pernoitar em uma gruta perto de Belém, pois não conseguiram se hospedar em nenhum local. Naquela mesma noite Jesus nasceu e foi envolvido em faixas brancas e colocado em uma manjedoura destinada a animais.

Em Portugal, o presépio é montado de uma maneira diferente. Pois ao contrário do Brasil, o menino Jesus só é colocado na noite do Natal, depois da Missa do Galo. No país, os presentes só podem ser distribuídos depois que o Menino Jesus estiver na manjedoura do presépio.

Fonte: Isabel Cardoso