Netinho não terá sequelas, mas passará por fonoaudiólogo

O cantor, que recebeu alta esta semana, terá que passar por um fonoaudiólogo

De acordo com informações da coluna Olá, do jornal Agora São Paulo, Netinho não ficará com sequelas, após passar quase quatro meses internado. Apesar disso, o cantor, que recebeu alta esta semana, terá que passar por um fonoaudiólogo.

Netinho estava internado desde dia 24 de abril, quando teve problemas vasculares no abdômen e precisou passar por cirurgia, no Hospital Aliança, em Salvador. No entanto, depois do procedimento ele teve uma hemorragia no fígado, que o levou à UTI (Unidade de Terapia Intensiva). Uma semana antes o cantor já havia passado seis dias na mesma instituição, devido a uma "lesão aguda no músculo ilíaco direito". No início de maio, o músico foi transferido para São Paulo.

Em junho, após mais de 50 dias internado, que contaram, entre outros contratempos, com hemorragias cerebrais, Netinho deixou a UTI do Sírio-Libanês. Na semana passada, na página do cantor no Facebook, foi postado que ele "está a cada dia melhor, animado, feliz, sorridente, fazendo todo os exercícios de "fisio" e "fono" para sair daqui o mais breve possível".

Netinho ficou nacionalmente conhecido em 1996, quando lançou no Carnaval baiano o hit Milla. Recordista de execução nas rádios na época, o disco levou o cantor a fazer quase 30 shows por mês e atingir a marca de 1 milhão de cópias vendidas.

Fonte: Terra