Nono dígito no Piauí será implantado no final de maio, diz cronograma da Anatel

Nono dígito no Piauí será implantado no final de maio, diz cronograma da Anatel

O mesmo vale para o envio de mensagens de texto (SMS)

A partir da 0h do dia 31 de maio deste ano, os usuários piauienses devem discar 9 antes dos outros oito dígitos quando forem fazer chamadas para celulares. O nono dígito será implementado em todo o Estado do Piauí (DDD 86), a partir desta data, segundo o cronograma da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). O mesmo vale para o envio de mensagens de texto (SMS).

A medida, que já foi implantada em outros Estados, tem como objetivo ampliar os recursos de numeração para o Serviço Móvel Pessoal. De acordo com Eduardo Rocha, da assessoria de comunicação da Anatel, a partir da mudança, o dígito 9 (nove) será acrescentado à esquerda dos atuais números de celular. No momento da discagem, o nono dígito deverá ser acrescentado por todos os usuários de telefone fixo e móvel que liguem para telefones móveis do Estado do Piauí, independentemente do local de origem da chamada.

Por um tempo determinado, as ligações discadas com oito dígitos ainda serão completadas, para adaptação das redes e dos usuários. Não vai haver mudança nos números dos telefones fixos. Mas as chamadas que partirem desses aparelhos, para celular do Piauí e de outros onde já está valendo a mudança, também vão precisar do acréscimo do nono dígito.

Gradualmente, haverá interceptações das chamadas e os usuários receberão mensagens com orientações sobre a nova forma de discagem. Após esse período de transição, as chamadas marcadas com oito dígitos não serão mais completadas.


CRONOGRAMA - A Anatel informou que, até 2016, todos os celulares do país terão o nono dígito. O cronograma prevê ainda a implantação do nono dígito em Alagoas, Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte, Ceará a partir de 31 de maio de 2015. Em 11 de outubro do ano que vem, começa a valer em Minas Gerais, Bahia e Sergipe.

A última fase de implantação acontece em 2016, mas ainda não tem data definida. Ela vai atingir os Estados do Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Rondônia, Acre, Goiás, Tocantins, Mato Grosso do Sul e Mato Grosso, além do Distrito Federal.

Clique aqui e curta o Portal Meio Norte no Facebook

Fonte: Aline Damasceno