NE tem maior número de ligações do Luz para Todos,diz dados do programa

O programa fechará o ano de 2013 com mais 9.500 ligações nos municípios do Piauí

Lançado em 2003 pelo Governo Federal, o programa Luz para Todos- PLpT tem buscado acabar com a exclusão elétrica no país. Segundo dados do programa, o Nordeste brasileiro é a região onde se fez maior número de ligações, sendo 7.436.615 pessoas já beneficiadas; em segundo lugar está a região Norte com 2.992.622 beneficiados; seguido pela Sudeste com 2.439.450.

O Luz para Todos foi criado para atender, inicialmente, a 10 milhões de pessoas, meta alcançada em maio de 2009.

Até março de 2012, o PLPT já proporcionou mais qualidade de vida para cerca de 14,4 milhões de moradores de todo o país. Os investimentos chegam a R$ 20 bilhões, dos quais R$ 14,5 bilhões foram repassados a fundo perdido, pelo Governo Federal.

No Piauí, o Luz para Todos foi iniciado em 2005 e já atendeu a 139.632 novos clientes em todo o Estado. Até o final de outubro deste ano, serão contabilizadas 8.000 ligações, e mais 1.500 famílias terão energia até dezembro. O investimento total realizado chega a R$ 892 milhões, sendo R$ 204 milhões aportados pela Eletrobras Distribuição Piauí. Somente em 2013, o investimento previsto no programa é de R$ 93 milhões.

Segundo o coordenador do programa no Piauí, Erivaldo Oliveira, o número de ligações para os municípios é balizado pelo censo do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) e fruto de reuniões com as comunidades.

?Fazemos um levantamento seguindo o censo do IBGE, ouvindo as regionais da Eletrobras no Piauí e a comunidade.

Também chegam solicitações dos municípios, assim, atendemos às 224 cidades do Piauí?, explica.

Erivaldo diz que alguns municípios são considerados emblemáticos por conta da dificuldade que as equipes enfrentaram. ?Em Uruçuí, tivemos que construir pontes e abrir ruas para que o caminhão com os postes chegasse aos locais?, conta.

No Piauí, os dez municípios que tiveram um maior número de ligação foram: Teresina (3.513), São Raimundo Nonato (2.933), Barras (2.475), Pio IX (2.471), Paulistana (2.304), Esperantina (2.093), Pedro II (1.956), Queimada Nova (1.931), Alagoinha do Piauí (1.892) e Miguel Alves (1.760).

Mudança de vida

A chegada da energia em comunidades do município de União traz a perspectiva de uma vida melhor. Na comunidade Alto Feliz, o aposentado José Vaz da Silva recebe a equipe do Luz para Todos como se fizessem parte da sua família. De fala rápida e muito expansivo, ele tem prazer em oferecer uma água gelada do refrigerador que ganhou dos filhos e estava sem utilização até que o programa Luz para Todos levou energia até sua casa.

?É uma coisa muito boa. Durante muito tempo eu vivia aqui com minhas lamparinas. Para assistir à televisão, tinha que ir visitar a casa de amigos. Agora, está tudo muito bom, tenho água para colocar na minha horta e luz pra ouvir meu rádio, minha TV e beber uma água gelada?, conta.

Na casa de Regina Lúcia Fernandes a luta de casa começava cedo, quando ela tinha que caminhar quase 1 km para pegar a carne que colocava na geladeira da casa de um filho. A energia chegou a sua residência no dia 20 de setembro. ?Eu não tinha energia e não tinha como conservar melhor os alimentos. Assim que a equipe da Eletrobras chegou aqui para iniciar o trabalho, eu já comecei a juntar meu dinheiro para comprar uma geladeira e um liquidificador?, afirma.

Os benefícios da energia elétrica no interior do Piauí se refletem na melhoria de vida das pessoas. A dona de casa Maria Francisca Gomes, moradora da comunidade Espadarte em União, conta que alguns vizinhos conseguiam energia por meio de gambiarras e que muitos equipamentos estavam apresentando defeito. ?Minha vizinha tinha energia através de gambiarra e a geladeira não funcionava direito. Esse programa veio para acudir o pobre, que também precisa de energia?, diz.

Amplitude do Luz para Todos

O Luz para Todos também gera emprego por onde passa. Estima-se que o Programa já gerou cerca de 460 mil novos postos de trabalho em todo o Brasil. O volume de material utilizado nas obras do PLpT é igualmente grande: já são 1,13 milhão de transformadores instalados e mais de 7,7 milhões de postes fincados, dos quais 13,3 mil foram desenvolvidos com nova tecnologia utilizando resina de poliéster reforçada com fibra de vidro. A Eletrobras Distribuição Piauí construiu 41.682 quilômetros de rede elétrica, nesses oito anos, o suficiente para dá uma volta ao redor da Terra ou ir 35 vezes do extremo norte a sul do estado do Piauí. Para atender aos consumidores rurais também foram instalados 34.862 transformadores e 440.948 postes.

Fonte: Jornal Meio Norte