Nova linha de ônibus vai atender necessidades de trabalhador da indústria

Nova linha de ônibus vai atender necessidades de trabalhador da indústria

A decisão está sendo estudada para possibilitar mudança nas linhas de ônibus da cidade

Os trabalhadores que precisam se deslocar ao Distrito Industrial vão contar, até o final de julho, com uma linha de ônibus específica para atender às necessidades de deslocamento dos trabalhadores.

A decisão está sendo estudada para possibilitar mudança nas linhas de ônibus da cidade e assim estimular o empreendedorismo, facilitando a locomoção ao Distrito Industrial.

De acordo com o diretor de Transportes Públicos da Strans, Ricardo Freitas, ainda neste mês de julho será instalada no Distrito Industrial uma empresa de call center que deve gerar mais de 4 mil empregos e funcionará em três turnos.

"A empresa que irá se instalar procurou a Strans para falar da demanda que seria gerada e pediu a ampliação de coletivos que circulam na área tendo em vista que irá se deslocar para lá uma quantidade muito grande de trabalhadores.

Diante dessa solicitação, entramos em contato com as empresas de ônibus e estamos aguardando uma resposta. Também enviamos para a empresa que está sendo implantada um mapa das linhas urbanas que passam na região", explica Ricardo Freitas.

A medida deve beneficiar ainda todos os outros trabalhadores do Distrito Industrial, já que, com o crescimento da demanda de passageiros na área será possível ampliar a quantidade de ônibus coletivos que circulam.

"Teremos um demanda muito maior na região, por isso precisamos atender às necessidades. Estamos aguardando um posicionamento das empresas para projetar uma linha de atendimento específico para a grande demanda, mas acreditamos que até o fim de julho tudo estará funcionando de forma plena", acredita o diretor da Strans.

De acordo com a empresa de call center, a falta de coletivo para o transporte dos funcionários e o deslocamento para o local de trabalho já estavam fazendo com que muitas pessoas desistissem da capacitação e da vaga de emprego.

Com a implantação da linha de ônibus e a garantia de que os trabalhadores terão como se deslocar ao trabalho, a instalação da empresa no local está viabilizada.

A empresa deve funcionar nos três turnos e deverá gerar, até o próximo ano, cerca de 4.500 empregos. "Estamos nos organizando para atender a vários clientes, especialmente as empresas de telecomunicação.

Estaremos atendendo nos três turnos e gerando muitos empregos, o apoio do poder público é fundamental para o nosso trabalho", finalizou Elio Salles, diretor da empresa que será instalada.

Fonte: Marcilany Rodrigues