Nove instituições estão na mira do MEC, diz secretária; veja quais são

Unifesp é a melhor universidade do país pelo 2º ano

Nove instituições estão sob a mira do MEC (Ministério da Educação), porque tiraram nota insatisfatória no IGC (Índice Geral de Cursos), divulgado nesta segunda-feira (31). Por dois anos consecutivos, o desempenho dessas escolas foi inferior ao esperado. Uma delas, inclusive, já foi descredenciada - a Faculdadade Cidade de João Pinheiro, de Minas Gerais.

A secretária da Educação Superior do Ministério da Educação, Maria Paula Dallari Bucci (Foto: UOL Educação - Qual o foco do IGC no momento?

Maria Paula - A distribuição dos resultados não é o maior foco neste momento. O maior foco é produzir elevação do patamar de qualidade. Estamos focado no acompanhamento das instituições que tiraram 1, 2 no IGC.

As instituições de ensino são as seguintes:

Centro de Ensino Superior de Valença - Rio de Janeiro

Escola Superior de Agronomia de Paraguaçú Paulista - São Paulo

Faculdade de Educação Física de Foz do Iguaçu - Paraná

Faculdades Esefap (Escola Superior de Educação Física da Alta Paulista) - São Paulo

Faculdades Integradas da Terra de Brasília - Distrito Federal

Faculdades Integradas Espírita - Paraná

Instituto de Ensino Superior Materdei - Amazonas

Universidade Ibirapuera - São Paulo

UOL Educação - Foram muitas as faculdades?

Maria Paula - Foram nove instituições que repetiram no IGC de 2008 a nota de 2007. Essas nove instituições estão em situação crítica. Nas últimas avaliações tiraram nota dois.

UOL Educação - O que vai acontecer com elas?

Maria Paula - Elas vão ser acompanhadas e uma delas já foi descredenciada.

UOL Educação - Houve melhoria de um ano para outro?

Maria Paula - As culturas da supervisão e da avaliação já foram absorvidas pelas instituições. Elas sabem que as notas vão ter efeito e que este é o método de trabalho do MEC.

UOL Educação - Mesmo assim, a USP (Universidade de São Paulo) continua sem participar do Enade (Exame Nacional de Desempenho de Estudantes). Isso é ruim para o IGC?

Maria Paula - A USP pertence ao sistema estadual e é uma pena que não participe. Como é uma instituição de ponta, daria uma contribuição para qualificar o indicador. Espero que os responsáveis pela decisão na USP tenham a capacidade de compreender a importância do processo de avaliação das instituições.

UOL Educação - O que a senhora destaca do índice?

Maria Paula - Queremos induzir rapidamente a melhoria para o conjunto das instituições. Temos de tratar o ensino superior como um todo.

UOL Educação - Ao todo, 29,4% das instituições tiraram notas 1 e 2. Como a senhora avalia?

Maria Paula - O Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) está fazendo a avaliação da concentração na nota 1 e 2. Muitas pequenas universidades, com poucos cursos, podem ter tirado nota ruim porque o ano do Enade acaba pesando no resultado. A instituição pequena pode ser muito afetada de um ano para o outro. Nas maiores, os resultados tendem a ser compensados.

Fonte: aaaaaaaaaaaaa