Novo terremoto que atingiu o Haiti nesta quarta teve magnitude 5,9

O novo terremoto provocou pânico entre os haitianos acampados em barracas nas ruas da capital

Um tremor de magnitude 5,9 atingiu o Haiti nesta quarta-feira (20), segundo o Centro de Pesquisas Geológicas dos EUA.

O abalo ocorre oito dias depois que um tremor de magnitude 7 devastou o país, matando ao menos 75 mil pessoas, ferindo 250 mil e deixando um milhão de desabrigados, destruindo a capital, Porto Príncipe.

O novo terremoto provocou pânico entre os haitianos acampados em barracas nas ruas da capital, Porto Príncípe. Prédios já abalados pelo tremor do dia 12 ruíram, segundo testemunhas.

O tremor ocorreu às 6h03 locais (9h03) de Brasília, segundo a agência americana, e havia sido inicialmente avaliado como de magnitude 6,1. O epicentro está a 60 km a oeste-noroeste da capital, Porto Príncipe, e a 42 km da cidade de Jacmel, e a uma profundidade de 9,9 km. Não houve alerta de tsunami.

Ainda não há relatos de novas vítimas, mas equipes da ONU vasculharam a capital para apurar se o terremoto machucou mais gente.

Susto

De Porto Príncipe, o jornalista Fabiano Andrade, da rádio CBN, informou que o novo tremor foi "leve, mas suficiente para assustar os militares brasileiros". Segundo ele, na base militar brasileira o tremor não provocou estragos, mas as consequências no resto do país ainda eram desconhecidas.

Prédios na capital que já haviam sido abalados pelo tremor do dia 12 desabaram, segundo a agência de notícias Efe.

Na cidade de Petionville, próximo à capital, jornalistas da France Press disseram que o novo tremor foi sentido durante 10 segundos.

Temendo novos abalos, milhares de pessoas têm dormido nas ruas de Porto Príncipe desde a tragédia.

Fonte: g1, www.g1.com.br