Número de passageiros de metrô deve aumentar 150%

Atualmente, o metrô transporta cerca de 8 mil passageiros por dia. Depois irá levará até 20 passageiros.

O metrô de Teresina, atualmente, transporta cerca de 8 mil passageiros por dia. São pessoas como Amparo Mendes, que mora no bairro Renascença, zona Sudeste da Capital. ?Eu prefiro o trem porque chego mais rápido e pago só 0,50 centavos?, afirma a usuária.

Com a reforma de mais três veículos, o número de passageiros deve aumentar para 20 mil. Os trens possuem quatro vagões, cada um com capacidade de levar até 600 passageiros por viagem. Outra novidade é que o metrô terá o biodisel, que é produzido pela Universidade Federal do Piauí, como combustível. Segundo o gerente-técnico da CMTP, Alexandre Lima, a conclusão está prevista para o dia 05 de março, com a perspectiva da vinda do presidente Lula.

Enquanto a inauguração não acontece, os teresinenses ainda precisam lidar com alguns transtornos relacionados à falta de estrutura, além da espera de uma hora entre um trem e outro. ?Nos horários de pico, como início da manhã e final da tarde, a maioria dos passageiros vai a pé porque as cadeiras são poucas. Por causa do calor, é preciso deixar as portas abertas, o que representa um risco muito grande. Eu mesma já presenciei gente jogando pedra nos vidros e quase atingindo uma pessoa?, disse Amparo Mendes.

Segundo o presidente da Companhia Metropolitana de Transporte Público, Marcos Silva, esses problemas devem se extinguir depois que a Estação da Praça da Bandeira estiver funcionando, juntamente com os novos trens. ?Eles vão ter ar-condicionado, mais lugares para os passageiros sentarem e haverá conforto?, declarou o filho de Alberto Silva.

De acordo com Marcos Silva, um estudo também está sendo realizado com a proposta de levar o trem até a cidade de Altos, considerada região da Grande Teresina. ?É preciso fazer algumas adaptações na linha férrea que, atualmente, transporta apenas trem de carga. Com as mudanças, a malha deve ficar mais segura também para o transporte de passageiros?, disse o presidente da CMTP, acrescentando que esse era um grande sonho do seu pai.

Fonte: Nayara Felizardo