OAB-PE pede que a estudante Sophia Fernandes responda pelo crime de racismo

OAB-PE pede que a estudante Sophia Fernandes responda pelo crime de racismo

Segundo a OAB, as declarações feita por ela violam o princípio constitucional da dignidade da pessoa humana.

A Ordem dos Advogados do Brasil em Pernambuco (OAB-PE) pediu hoje ao Ministério Público Federal do Rio Grande do Sul (MPF-RS) que a estudante Sophia Fernandes, acusada de postar no Twitter, no dia 9, mensagens contra os nordestinos, responda pelo crime de racismo. Segundo a OAB, as declarações violam o princípio constitucional da dignidade da pessoa humana.

Entre as mensagens postadas pela estudante estão:

?o twitter ta virando vaso sanitário... muita merda twittando. (Oimacacos) - nordestinos-piauienses-cearenses...?;

?Sai do Twitter e vai cortar tua cana pra comprar teu arroz NORDESTINO?;

?Tem que usar câmara de gás pra matar teu povo?; ?O Nordestino é a própria sujeira?.

O presidente da OAB-PE, Henrique Mariano, destacou que o crime de racismo é inafiançável e prevê pena de dois a cinco anos de reclusão, além de multa. ?Sophia que não conte com a impunidade para esse ato de desatino, próprio de pessoas ignorantes.?

Outro caso

- Mariano lembrou que, em novembro de 2010, a estudante de Direito Mayara Petruso, de São Paulo - uma das responsáveis pela onda de manifestações preconceituosas contra nordestinos surgida na internet após o anúncio da vitória de Dilma Rousseff nas eleições presidenciais -, responde hoje a uma ação penal pública na Justiça Federal de São Paulo, que está em fase de instrução. ?Nordestino não é gente, faça um favor a São Paulo, mate um nordestino afogado?, dizia a mensagem postada por Mayara Petruso no Twitter.

A OAB-PE ofereceu notícia-crime contra Mayara ao Ministério Público Federal de São Paulo, que a denunciou pelo crime de racismo.

Fonte: Yahoo