Existe suspeita de aumento abusivo da gasolina em THE

Segundo Comissão de Defesa do Consumidor, aumento que deveria ser de 4,5% atinge os 7,5% em Teresina

A Comissão de Defesa do Consumidor da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) revelou que o repasse do aumento da gasolina está irregular em Teresina. Existe também a suspeita de formação de cartel.

Segundo o advogado João Alberto, membro da comissão, o reajuste federal do preço da gasolina foi de 6,6%. Calculados levando em conta outros componentes do combustível, o repasse para o consumidor não deveria passar de 4,5%, mas em Teresina, esse aumento chega a 7,5%.

João Alberto disse que o cálculo é fruto de um julgamento preliminar, mas que a comissão já está apurando com mais cuidado os números. Se confirmado o aumento abusivo, a Ordem entrará com ação, junto ao Ministério Público, para acabar com a prática. "Esse aumento fere diretamente o Código de Defesa do Consumidor", disse o advogado.

Fonte: Andrê Nascimento