Onça é morta após percurso da Tocha Olímpica em Manaus

Onça mascote do Exército foi morta com um tiro de pistola

Um incidente marcou a passagem da Tocha Olímpica por Manaus (AM), nesta segunda-feira. A onça Juma, que pertence ao zoológico do Centro de Instrução de Guerra na Selva e que acompanhou parte do desfile, acabou sendo abatida após o evento.

De acordo com o Comando Militar da Amazônia (CMA), o animal se soltou da coleira na volta do zoo. Um grupo de tratadores tentou o resgate com dados tranquilizantes, mas, mesmo sedada, a onça teria avançado sobre um dos veterinários e, atingida por um tiro de pistola.

O comando militar já determinou abertura de processo administrativo para apurar os fatos. Durante o trajeto da Tocha, Juma chegou a ficar bem próximo a um dos participantes do revezamento e se mostrava tranquila com a situação.

Onça é morta após percurso da Tocha Olímpica em Manaus (Crédito: REPRODUÇÃO)
Onça é morta após percurso da Tocha Olímpica em Manaus (Crédito: REPRODUÇÃO)


Segundo o Amazônia Real, o Instituto de Proteção Ambiental do Estado do Amazonas (Ipaam) não havia autorizado a participação de Juma no evento e poderá multar a corporação.

"Não é saudável nem recomendável submeter um animal a uma situação como essas, com barulho e muitas pessoas em volta. Muitas vezes a onça já vive numa situação precária e estressante no cativeiro, o que é agravado num cenário de agitação." afirma, João Paulo Castro biólogo do centro.

Onça é morta após percurso da Tocha Olímpica em Manaus (Crédito: REPRODUÇÃO)
Onça é morta após percurso da Tocha Olímpica em Manaus (Crédito: REPRODUÇÃO)


Fonte: Com informações do Extra