ONG que defende legalização da maconha abre sede no Brasil

A intenção do grupo é pressionar o Congresso pela legalização da droga

A organização não-governamental estadunidense Norml, que defende a descriminalização da maconha, passará a ter sede no Brasil a partir das próximas semanas. A intenção do grupo é pressionar o Congresso pela legalização da droga. As informações são do jornal O Estado de São Paulo.

Em depoimento ao jornal, um dos gerentes da Norml, Ross Belvilly, 42 anos, falou sobre como a ONG pretende atuar: "Nossas ações serão, basicamente, acompanhar o noticiário sobre maconha no País, organizar eventos e protestos, além de pressionar os legisladores para aprovar a descriminação da maconha", disse, acrescentando que espera firmar contatos em outras cidades, já que a Norml terá sede no Rio de Janeiro. O discurso da Norml deverá ser voltado não para o uso medicinal da maconha, mas para a violência causada pelo tráfico e a venda ilegal. Além disso, a ONG deverá ter atuação filantrópica.

Fonte: Terra, www.terra.com.br