Ônibus de cantor sertanejo candidato a prefeito é incendiado em BH

O ônibus era um modelo 2010, valia cerca de R$ 200 mil

Criminosos incendiaram o ônibus da dupla sertaneja Antonio Carlos e Renato em Ribeirão das Neves, na Grande BH, por volta das 23h de quarta-feira. Antônio Carlos um dos vocalistas da dupla é um dos candidatos à prefeitura da cidade e acredita que o crime tenha motivação polícia. 

De acordo com informações do 40º Batalhão da Polícia Militar (PM), o motorista relatou que estava próximo ao Bairro Monte Verde, quando dois homens em uma motocicleta pararam o veículo, exigiram que ele desembarcasse e atearam fogo no ônibus. 

Felizmente Antonio Carlos estava em casa quando soube do atentado, o ônibus da dupla costuma circular pela cidade. Ele e Renato participaram de uma reunião política na noite de ontem na região do Justinópolis e voltaram para casa em veículos separados: “Falaram que tinham dois caras numa moto. No quebra-molas perto da Polícia Militar, onde tem um batalhão, talvez metros antes, foi onde o nosso motorista foi abordado”, explica o candidato. “Ele estava sozinho dentro do ônibus, o cara mostrou a arma, entrou no ônibus, falou 'perdeu, perdeu, perdeu', o motorista saiu correndo, eles atearam fogo e em dois minutos a polícia estava lá”, explica. 

Ônibus de cantor sertanejo candidato a prefeito é incendiado em BH
Ônibus de cantor sertanejo candidato a prefeito é incendiado em BH


A Polícia Militar informou que o veículo foi completamente destruído. O ônibus era um modelo 2010, valia cerca de R$ 200 mil e não tinha seguro total. Foi registrado um boletim de ocorrência do caso e o cantor espera que a polícia consiga identificar os autores por imagens de câmeras de segurança da rodovia.

Ônibus de cantor sertanejo candidato a prefeito é incendiado em BH
Ônibus de cantor sertanejo candidato a prefeito é incendiado em BH


O candidato acredita que há motivação política nos casos. “Eu tenho só Deus do meu lado e o povo de Neves que quer mudança. Nunca tive problema nenhum, toda vida fui aplaudido de pé, nunca precisei de segurança sendo cantor. Só agora que estou sentido isso”, enfatiza.


Fonte: Com informações do Em