Operação tapa-buracos inclui 19 trechos em regiões de THE

Operação tapa-buracos inclui 19 trechos em regiões de THE

A Prefeitura de Teresina está dando continuidade às ações da operação tapa-buracos, incluindo vários pontos da cidade. Nesta semana, serão contemplados 19 trechos espalhados em várias regiões da cidade.


Operação tapa-buracos inclui 19 trechos em regiões de THE

A operação tapa-buracos tem sido uma medida paliativa que foi adotada pela administração municipal para minimizar os transtornos ocasionados devido ao desgaste da massa asfáltica da capital.

Na zona Leste serão contemplados trechos das Ruas Pedro Conde, Miguel Arcoverde, Agnelo Pereira, Pedro Almeida e Avenida Senador Arêa Leão. Outra equipe irá atuar nos trechos que compreendem a linha de ônibus do Planalto Uruguai, Avenida Nicanor Barreto e Avenida João Antônio Leitão.

Na zona Sul serão iniciados os trabalhos nas Avenidas Henry Wall de Carvalho e Avenida Maranhão - Sul, além da Avenida Marechal Castelo Branco, Avenida Miguel Rosa e Avenida Maranhão - Norte. Os trabalhos serão concentrados também nas Avenidas Ulisses Guimarães, Avenida Noé Mendes e Avenida São Francisco.

Na zona Norte serão incluídas as Avenidas Freitas Neto, Avenida Principal do Mocambinho e Rua Jerumenha. As equipes estarão nesses pontos entre os dias 1 e 5 de abril. Quaisquer outras sugestões de trechos que precisam das intervenções paliativas da Gerência de Massa Asfáltica da Prefeitura devem ser sugeridos por meio do telefone 3215-7660.

O prefeito Firmino Filho ressaltou que a operação tapa-buracos tem sido apenas uma medida paliativa adotada pela administração municipal. "Vamos iniciar, a partir de maio, quando passar o período chuvoso, o Plano de Recapeamento Asfáltico da cidade.

Nos últimos três anos, Teresina priorizou o asfaltamento de zonas secundárias em detrimento de pontos de maior fluxo de carros e o resultado é esse: a cidade cheia de buracos em avenidas e ruas de grande movimentação. Vamos retomar isso, priorizando, nesse Plano de Recapeamento, avenidas e ruas consideradas prioritárias", ressaltou.

Fonte: Jornal Meio Norte