Pai e filha morrem afogados; vizinho também morre ao ajudar

Pai e filha morrem afogados; vizinho também morre ao ajudar

Afogamentos acontecem com frequência no Rio São Francisco.

Três pessoas morreram afogadas no Rio São Francisco, em Santa Cruz, Zona Oeste do Rio, na tarde deste sábado. Gilvan de Oliveira, de 36 anos, brincava com a filha Lorrane, de 12 anos, nas águas do canal, quando passou mal e caiu. A menina, que estava em seu colo, também caiu e acabou sendo arrastada pela correnteza. O vizinho Adilson Nogueira, de 39 anos, que passava pelo local tentou ajudar, mas também se afogou e morreu.

O pai de Gilvan de Oliveira, Francisco de Oliveira, conta que o filho estava com a mulher e seis crianças no Rio São Francisco para aproveitar o dia de sol na cidade, hábito que, segundo ele, é comum entre os moradores da região. Francisco de Oliveira relata que o vizinho que tentou ajudar voltava do trabalho quando viu pai e filha se afogando.

"Quando meu filho soltou a menina, um vizinho nosso que estava passando pulou para pegar ela. Ele conseguiu chegar mais perto da margem do rio, mas acabou descendo com a garota. Os mergulhadores encontraram os corpos dos dois abraçados", disse.

Os corpos de Lorrane de Oliveira e Adílson Nogueira foram encontrados pela equipe do Corpo de Bombeiros por volta das 18h de sábado. As buscas foram retomadas na manhã deste domingo, quando foi encontrado o corpo de Gilvan de Oliveira.

Ainda de acordo com Francisco de Oliveira, afogamentos acontecem com frequência no Rio São Francisco.

"O pessoal sempre vai tomar banho ali e todo ano acontece algum afogamento. Não tem nenhuma proteção no rio. Deveria ser cercado para ninguém entrar", lamentou.

Familiares e amigos de Adilson Nogueira lamentaram a morte em uma rede social. A irmã de Adilson, Carla Ferreira, informou a morte do familiar o chamando de "amigo" e "herói".

Fonte: Globo