Pai mata filho envenenado por não aceitar fim do casamento

Pai mata filho envenenado por não aceitar fim do casamento

Ele cometeu suicídio em seguida; mãe já tinha registrado boletim de ocorrência

Um menino de seis anos morreu supostamente após ter ingerido veneno de rato dado pelo próprio pai na cidade de Aracaju, em Sergipe. O homem, de 30 anos, também consumiu o veneno e morreu. Segundo a polícia, ele não aceitava o fim do relacionamento com a mãe da criança. O crime foi cometido no domingo (22).

O homem levou os dois filhos, o menino de seis e outro de quase dois anos, para passar o fim de semana com ele. Quando retornou para casa, na noite de domingo, o mais velho começou a reclamar de dor no estômago. A família levou a criança ao hospital, mas ela não resistiu. A mãe da criança ficou em estado de choque ao saber da notícia. Ela está grávida de cinco meses de outro homem.

A criança de um ano e sete meses foi levada ao hospital, mas não ingeriu o veneno, segundo a equipe médica e passa bem. O garoto é portador de doença mental.

Renata Silva, tia da vítima, disse que a irmã já registrou boletim de ocorrência por conta das constantes ameaças que o homem fazia e tentou impedir que o pai visitasse os filhos, mas uma decisão judicial determinou que ele tivesse contato com eles a cada 15 dias.

O homem caiu em uma via pública e foi socorrido por vizinhos. Ele confessou ter dado veneno de rato ao filho e depois ingerido.

Fonte: r7