'Pânico na Band' causa polêmica com uso de suicídio em trollagem

'Pânico na Band' extrapola os limites do bom senso

O polêmico "Pânico na Band" chocou os internautas ao exibir uma pegadinha trollando a panicat e funkeira Babi Muniz. Na brincadeira, o segurança da loira diz que vai se matar ao descobrir que era traído por sua mulher. Ele fica descontrolado, tira um revolver do bolso e puxa o gatilho estourando um saco de tinta vermelha que estava embaixo de seu chapéu e simulando um ferimento grave.

Babi, que tentou acalmá-lo todo o tempo, entra em desespero e começa a gritar por socorro quando a equipe do programa entra no camarim e explica a pegadinha. Nas redes sociais, o conteúdo exibido foi muito criticado. Muitos acharam de extremo mau gosto a simulação do suicídio e criticaram duramente o programa.

Suicídio não é piada

O Brasil é o oitavo país com mais suicídios no mundo. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 32 pessoas por dia tiram a própria vida.

Dados do Mapa da Violência – Os Jovens do Brasil mostram que a taxa de suicídio de jovens aumentou 42% entre 2002 e 2012. Infelizmente, o suicídio é ainda um tema cercado de tabus.

Faltam discussões sérias sobre as motivações desse ato e a divulgação de canais de ajuda, inclusive às famílias de quem se suicida. Tais informações dariam à sociedade a possibilidade de reverter os números que você viu acima e de lidar com o assunto com a delicadeza e compreensão que ele merece.

E infelizmente também sobram ações irresponsáveis, como a do Pânico na Band, que além de prestar um desserviço para a compreensão do assunto, distorce a imagem do sofrimento alheio.


Image title

Image title

Fonte: Portal Meio Norte