Parada Gay: Evangélicos farão marcha contra a intolerância

Fiéis evangélicos e católicos farão um ato contra a homofobia

Pastores, fiéis evangélicos e católicos farão um ato contra a homofobia na Parada Gay, que acontece no domingo (7). Eles marcharão na Avenida Paulista com a missão de combater a intolerância e violência praticadas por fiéis à comunidade LGBT.Mais de 431 pessoas já confirmaram presença na página do evento no Facebook.

Image title

A marcha "Jesus Cura a Homofobia" se contrapõe à "cura gay", projeto sugerido pelo deputado federal João Campos (PSDB-GO). Ela está marcada para às 9h30 da manhã, em frente ao Conjunto Nacional.Com cartazes como "Somos evangélicos. Malafaia e Feliciano não nos representam". "O maior valor bíblico é o amor" e "Deus respeita suas escolhas! Nós também respeitamos", o objetivo do evento é protestar contra a homofobia -- principalmente entre os religiosos.

Esta semana foi palco da intolerância de alguns grupos evangélicos e cristãos à comunidade LGBT. Após O Boticário divulgar sua campanha para o Dia dos Namorados, na qual aparecem casais gays, o pastor Silas Malafaia publicou um vídeo em que convoca o boicote à marca, uma vez que os gays "querem mudar um paradigma da sociedade" e que o homossexualismo (sic) é "é comportamento e não condição" e, por isso, é passível de ser condenado.

Além de Malafaia, religiosos e defensores da "família tradicional brasileira" registraram queixa no Reclame Aqui, site de reclamações de consumidores, e ao Conar, órgão que regula a publicidade brasileira.

Fonte: Brasil Post