Parentes reclamam de demora no atendimento a noivo morto no Rio

Fabio dos Santos foi levado para UPA e depois para o Paulino Werneck

A família do sargento da Marinha Fabio dos Santos Maciel, que morreu na madrugada desta segunda-feira (19) durante a festa de seu casamento, na Ilha do Governador, após cair sobre a tulipa de vidro que tinha no bolso, disse nesta terça-feira (20) que houve negligência no atendimento médico a ele.


Parentes reclamam de demora no atendimento a noivo morto no Rio

Ao tropeçar, Fabio foi ferido pelos cacos de vidro do copo, que atingiram a veia femoral. Essa veia direciona ao coração todo o sangue que sai da perna.

Após o acidente, familiares o levaram a uma Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) no Cocotá, na Ilha do Governador. Mas os parentes foram informados que a UPA não tinha recursos para socorrê-lo.

O sargento, então, foi levado para o Hospital Paulino Werneck, também na Ilha do Governador. Segundo a família, Fabio chegou com vida ao hospital, mas houve demora no atendimento. "Os médicos estavam descansando e não fizeram nada. Foi preciso que um outro colega deles chegasse e fizesse um alvoroço lá dentro", afirmou Antônio Marcos Salazar, cunhado de noivo.

A secretaria municipal de Saúde informou que Fabio já chegou morto ao Hospital Paulino Werneck. A secretaria estadual de Saúde disse que a enfermeira de plantão na UPA recomendou que a transferência para o hospital municipal devido à gravidade do caso.

O dono da casa de festas onde o casamento de Fabio com sua noiva, Geise Guimarães, era celebrado disse que, no momento do acidente, todos os convidados já tinha saído, e que o noivo provavelmente queria levar de recordação a taça de champanhe usada pelo casal no brinde.

"Ele se despediu de todo mundo. Era uma pessoa extrovertida. Ele atravessou a rua, foi brincar com a sobrinha e uma madrinha. Foi quando ele caiu", disse Rodrigo Gonzales.

O corpo de Fabio dos Santos Maciel foi embalsamado e levado num voo da Marinha para Manaus, capital do Amazonas, onde vivem seus parentes. Geise também viajou para Manaus, onde acontecerá o enterro do corpo de Fabio nesta quarta-feira (21).

Fonte: G1