Páscoa: viagens e ovos de chocolate sem comprometer o orçamento; confira dicas!

Páscoa: viagens e ovos de chocolate sem comprometer o orçamento; confira dicas!

As comidas saborosas da época da Semana Santa uniram-se ao feriado prolongado em 2014

Com um grande feriado se aproximando a oferta de presentes, comidas e chocolates aumentando nesta época, as tentações são enormes para as pessoas que querem aproveitar ao máximo o período.

Contudo é necessário um planejamento maior para não cair nas armadilhas financeiras da época, tendo em vista que o período geralmente não tem aquele 13º terceiro salário para salvar dos apuros.

O educador financeiro e especialista em finanças Antônio Cláudio Silva ofereceu orientações de como aproveitar o período e não levar dívidas para os meses seguintes. ?A palavra-chave para evitar os problemas financeiros futuros é planejamento.

O que normalmente acontece é que as família decidem suas viagens e os gastos com comidas e presentes tudo de última hora. Dessa forma, não existe previamente uma preocupação com as despesas futuras. É comum escutarmos a seguinte expressão ? O futuro a Deus pertence?, disse Cláudio Silva.

Por pedir mais fartura das famílias, o período também pode estimular os que economizam menos a utilizar de artifícios, como empréstimos e cheque especial para garantir uma Páscoa ?mais feliz? para todos.

Contudo, essas atitudes, restritas para emergências, podem colocar em risco qualquer orçamento doméstico e pessoal. O especialista em finanças, Cláudio Silva, ponderou que o cuidado ainda é mais necessário para os assalariados, que têm um futuro financeiro limitado.

Viajantes dão dicas de como fazer bons negócios na Páscoa

A empresária Mayara Moraes costuma aproveitar os feriados prolongados com viagens e muita diversão. Como uma boa turista, ela já tem na ponta do lápis as melhores estratégias para aproveitar os passeios sem, no entanto, entrar em apuros financeiro para o resto do ano.

Para ela, o segredo (que não é mais segredo) é se planejar e pesquisar muito. Com cautela e muita pesquisa ela também garante que é possível fazer um bom negócio mesmo em viagens organizadas de última hora.

"Um tempo atrás tive uma experiência de viajar a Recife e Porto de Galinhas na Semana Santa, e foi uma viagem decidida em cima da hora. Procurei listas de hotéis e pousadas, saí pesquisando, mandando e-mail, ligando até achar a melhor tarifa. Quanto às passagens aéreas, pesquisei nas madrugadas, que são os melhores horários para encontrar promoções".

Mesmo sem conhecer bem a capital de Pernambuco e Porto de Galinhas, ela disse que ainda conseguiu economizar com transporte. "Existem transferes que te levam até Porto de Galinhas, mas perguntando muito, descobri que negociar com o taxista me custou bem menos que o outro transporte convencional, além disso, fiquei em um hotel bem localizado, perto do centro. Quase tudo dava para fazer a pé", explicou.

Ela também recomenda eleger prioridades de gastos e assim economizar em outros itens. "O hotel é o local onde eu menos fico, só vou para dormir, praticamente, por isso busco os mais simples e confortáveis.

Com o dinheiro economizado consigo fazer bons passeios e comer em bons restaurantes". Outra dica de ouro de Mayara para viajar com tranquilidade na Semana Santa deste ano é fugir de locais da moda.

"Pesquisei pela América do Sul, Argentina e Chile, mais precisamente, e estão muito caros. Este ano a minha família vai à praia, mas acredito que a Semana Santa é mesmo uma época para ficar mais junto da família, na tranquilidade, de ir ao interior", reforça como a melhor maneira de economizar.

Fonte: Samira Ramalho