Passado resultado do vestibular, começa procura por cursinhos

Os mais tradicionais cursinhos populares são os da Ufpi e o da Secretaria Estadual da Educação.

Passados os resultados dos principais vestibulares do Piauí, é hora de aqueles que não conseguiram aprovação começar a pensar em se preparar para os certames que acontecem no final deste ano.

Enquanto para alguns o mais complicado é escolher entre as várias opções de cursinhos oferecidos em Teresina, para outros a preocupação é como encaixar essa mensalidade no orçamento. Diante disso, a saída encontrada por muitos vestibulandos é buscar os cursinhos populares, que são ofertados gratuitamente.

Esse é o caso de Janaína Moura Lima, que irá se preparar para a maratona de vestibulares deste ano no cursinho popular do bairro onde mora. “Onde eu moro tem muitos jovens universitários e a maioria deles passaram pelo prévestibular do bairro. Eu não posso pagar um cursinho particular. E como já conheço o trabalho realizado nesse cursinho, eu vou me matricular”, comentou.

Teresina conta hoje com várias opções nesse sentido. Os mais tradicionais são os da Universidade Federal do Piauí e o da Secretaria Estadual da Educação. O primeiro já está com inscrições encerradas. Já o da Seduc costuma ser ofertado no segundo semestre.

Mas há cursinhos, além desses, que vêm mostrando que também preparam bem os seus alunos. Um exemplo é o cursinho popular da Associação de Moradores do Bairro Itararé, zona Sudeste de Teresina. Ele já existe há quase 11 anos e já aprovamos mais de 400 alunos.

“Este ano, 59 alunos do cursinho fizeram vestibular, dos quais, 21 foram aprovados na Uespi. No Sisu é mais complicado para nós ficarmos sabendo quem passou, mas já temos notícia de 15 aprovações. O cursinho é bom e cobra uma taxa mensal irrisória, só para compra de material e para custeio de pequenas despesas”, disse a diretora de base da Associação de Moradores, Silmara Castro.

Fonte: Pollyanna Carvalho