Penitenciárias do PI recebem equipes da Estratégia Saúde da Família

3 penitenciárias vão receber recursos para implantar equipes

Como parte da Política Nacional de Atenção Integral à Saúde das Pessoas Privadas de Liberdade no Sistema Prisional (Pnaisp), três penitenciárias do Piauí já vão receber recursos do Ministério da Justiça para implantar equipes da Estratégia Saúde da Família.

A Casa de Detenção de São Raimundo Nonato será a primeira a implantar a Estratégia, disponibilizando equipe multiprofissional para prestar assistência básica à saúde - com médicos, enfermeiros, técnicos em Enfermagem, dentistas, auxiliares de saúde bucal, psicólogos, psiquiatras, terapeutas ocupacionais e assistentes sociais.

As unidades prisionais de Bom Jesus e Floriano serão as próximas. Esses três municípios aderiram à Pnaisp e a meta da Secretaria de Justiça (Sejus) e da Secretaria de Saúde do Piauí é ampliar os convênios para a implantação da Política em todas os presídios do Estado.

"A Pnaisp garante atendimento da atenção primária (atenção básica), secundária (consultas e exames especializados) e terciária (cirurgias e procedimentos mais complexos) em rede com o Sistema Único de Saúde municipal e estadual", explica Agatha Knitter, coordenadora de Saúde Prisional da Sejus.

Testes de saúde são feitos via oral - A equipe de saúde da Secretaria de Justiça realiza testes rápidos de saúde juntos aos internos dos presídios do Estado. Um dos testes, feito por fluido oral, serve para identificar se os detentos têm ou não HIV e o resultado sai entre 10 a 15 minutos, o que colabora na obtenção do rápido diagnóstico e consequentemente agiliza o processo nos casos que requerem tratamento. Além dos testes de HIV, são feitos testes rápidos de sífilis e hepatite B e C.

Fonte: Portal MN