Pesquisa diz que 40% dos jovens não confiam na proteção da camisinha

Levantamento no Brasil ouviu 1.208 pessoas entre 18 e 29 anos. Sábado (1º) é o Dia Mundial de Luta contra a Aids.

Pesquisa brasileira que ouviu de 1.208 pessoas com idades entre 18 e 29 anos de 15 estados aponta que 40% dos jovens do país acreditam que a camisinha não protege de doenças sexualmente transmissíveis (DSTs), como a Aids, ou de uma possível gravidez.

Segundo a ?Agência Brasil?, que divulgou os dados, as informações são parte da pesquisa ?Juventude, Comportamento e DST/AIDS? que foi elaborada pela Caixa Seguros, com apoio do Ministério da Saúde e da Organizaçao Pan-Americana de Saúde (Opas). A divulgação oficial da pesquisa deve ocorrer na próxima semana.

O estudo aponta que 91% dos entrevistados já fizeram sexo alguma vez, 36% não usaram preservativo na última vez que tiveram relações sexuais e apenas 9,4% foram a um centro de saúde nos últimos 12 meses para obter informações ou tratamento para DSTs.

A pesquisa também fornece dados sobre o desconhecimento do brasileiro sobre a Aids e a transmissão do vírus HIV. Um em cada cinco jovens entrevistados acredita ser possível contrair a doença utilizando o mesmo talher ou copo de quem está infectado; já para 15% dos entrevistados, enfermidades como malária, dengue, hanseníase ou tuberculose são DSTs.

Fonte: Bem Estar