PI é o estado do NE que mais reduziu partos em adolescentes

Consideradas todas as Unidades de Federação, estamos em quinto lugar.

A gravidez na adolescência é uma preocupação para os pais e órgãos públicos de saúde. Porém, no que se refere à redução do números de partos nessa faixa etária, o Piauí encontra-se em situação satisfatória.

Entre os Estados do Nordeste, o nosso é o que mais conseguiu diminuir a quantidade de partos. Consideradas todas as Unidades de Federação, estamos em quinto lugar. No período de 2000 a 2009, foram realizados 43,51% de partos a menos. Esse dado revela que o Piauí está acima da média nacional, com 34,6% de redução.

No Instituto de Perinatologia Social do Piauí, foi detectada redução das adolescentes que realizaram pré-natal de 2003 a 2009. Naquele ano, 778 meninas fizeram os exames exigidos, enquanto no ano passado esse número caiu 39%.

A média mensal de atendimentos em 2009 é de 31 adolescentes. Em janeiro e fevereiro deste ano a média se manteve em 23. Segundo o diretor do Instituto, isso deve-se tanto à diminuição geral no número de adolescentes grávidas quanto ao surgimento de novos serviços, principalmente nos hospitais de bairros, impedindo que elas venham até a maternidade Evangelina Rosa.

O Ministério da Saúde acredita que a redução nos índices estão relacionados às campanhas destinadas aos adolescentes e à ampliação do acesso ao planejamento familiar. Foram investidos R$ 3,3 milhões no ano passado em ações de educação sexual e reforço na oferta de preservativos aos jovens do país.

Em 2008 a parceria entre equipes do Programa Saúde da Família e professores da rede pública levaram conteúdos de saúde sexual e reprodutiva para a salas de aula. As ações fazem parte do Programa Saúde na Escola, existente desde 2008.

Fonte: Nayara Felizardo